quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Beira-Mar: Autocarro finta as portagens


Comitiva vai pela estrada secundária quando a equipa se treina no velho Mário Duarte. Medida para evitar despesas com as famosas SCUT.

O novo Estádio Mário Duarte foi construído a cerca de 10 quilómetros do centro de Aveiro, uma distância curta, mas demasiado longa para os adeptos. Para agravar um quadro já de si pouco favorável, a auto-estrada A25 passou a ser taxada e quem pretende evitar a despesa é obrigado a circular por vias secundárias, sempre congestionadas por camiões. Em tempos de crise, até o autocarro do Beira-Mar finta as portagens quando a equipa vai treinar-se ao antigo estádio. São sempre uns euros que se poupam.

Inaugurado no ano anterior ao Euro-2004, o novo Mário Duarte passou também a ser a casa dos beira-marenses. Percebeu-se rapidamente que os 30 mil lugares disponíveis no recinto não correspondiam à realidade e à dimensão do clube e, com raríssimas excepções, a equipa joga sempre perante bancadas vazias.

Fonte: A Bola

2 comentários:

r3n470 disse...

voltem po mario duarte que era a melhor coisinha que faxiam

Simão Santana disse...

o único problema renato é que neste momento o mario duarte est´asem condições para se jogar... a remodelação neste momento para os cofres do Beira-Mar é impossível! mas sim nunca deviam ter saído de lá!