domingo, 31 de outubro de 2010

Sporting vence Leiria (1-2)


Afinal Paulo Sérgio ouviu o clique. O Sporting ganhou, este domingo, em Leiria e garantiu o melhor ciclo de vitórias desde que o técnico assumiu funções, à passagem da nona jornada da Liga. Jaime Valdés esteve em grande plano ao apontar os dois golos leoninos.

Os leões somaram esta noite a quarta vitória consecutiva, após Estoril (Taça de Portugal), Gent (Liga Europa) e Rio Ave (Liga), cumprindo-se a melhor sequência de bons resultados nesta temporada por parte da turma de Alvalade.

O resultado foi conseguido nos primeiros 45 minutos. Valdés inaugurou o marcador, recebendo a bola com o peito – entre os centrais leirienses - um cruzamento de Hélder Postiga e batendo Gottardi com muita classe.

Depois Carlão colocou tudo em pratos limpos. O avançado brasileiro aproveitou da melhor forma um lance individual de Panandetiguiri, que serpenteou à vontade pela defesa verde-e-branca, deixando mal na figura Evaldo e Torsiglieri.

Perto do apito para o intervalo, Valdés voltou a brilhar, mas desta forma com uma “bomba” inesquecível. O remate saiu cruzado e não deu qualquer hipótese a Gottardi, que ainda chegou a tocar de raspão na bola.

Na etapa complementar, o Sporting falhou várias oportunidades para dilatar a vantagem e chegar mesmo à goleada.

Fonte: A Bola

Beira-Mar vence e afunda Naval


O Beira-Mar venceu este domingo a Naval por 3-1, em jogo da 9.ª jornada da Liga Zon Sagres e subiu mais um degrau na classificação, ocupando agora a 11.ª posição. A Naval está agora com a lanterna vermelha.

Artur abriu o marcador de grande penalidade aos 23 minutos, Tatu fez o 2-0 aos 39. Aos 59 Bolívia reduziu para a Naval, mas a fechar a partida Wilson Eduardo, aos 90+2, confirmou a segunda vitória aveirense na Liga.

Nacional vence, Olhanense empata Marítimo

Nos outros dois jogos da tarde o Nacional recebeu e venceu o Vitória de Setúbal por 1-0, golo de Orlando Sá marcado ainda antes da primeira meia-hora de jogo, aos 24 minutos. Enquanto que o Marítimo não foi além de um empate na deslocação ao Algarve diante da Olhanense, os insulares ainda estiveram em vantagem por intermédio de Kléber ao 7º minuto de jogo, mas já na etapa complementar (80') Youtcha fez de cabeça o golo do empate.


Sporting pode ser terceiro hoje


O Sporting tem a oportunidade hoje de se colar ao grupo dos terceiros classificados da Liga, precisando para isso de vencer os leirienses.

As derrotas de sábado de Sporting de Braga e de Académica vêm abrir
a possibilidade ao Sporting de se colar ao terceiro lugar, ficando, em caso
de vitória a três pontos do segundo, o Benfica.

Além dos "leões", outros espreitam o 3, posto: podem integrar o grupo dos terceiros o Vitória de Guimarães, recebe na segunda-feira o Portimonense, o Olhanense, recebe o Marítimo, e o Vitória de Setúbal, que joga na Madeira com o Nacional.

Fonte: RTP

Dragão à campeão em Coimbra


O Porto consolidou hoje a 1ª posição no campeonato nacional, depois vencer a Académica por 0-1 num jogo marcado pela pouca qualidade de jogo provocada pela chuva intensa que inundou o relvado conimbricense.

O golo solitário da partida foi marcado por Silvestre Varela à passagem do minuto 43', num lance em que a equipa de Jorge Costa só se pode queixar dela mesmo. Lançamento lateral do lado esquerdo para o interior da área da Académica, mau alívio dos centrais e Varela à meia-volta, na zona de grande penalidade, fuzilou Peiser.

Na segunda metade do desafio destaque ainda para um penalti falhado por João Moutinho, o ex-Sporting enviou a bola ao poste esquerdo da baliza estudantil. A Académica que passou toda a segunda parte com apenas 1 remate, conseguiu em cima do minuto 90 enviar uma bola à trave, num livre batido por Hugo Morais e que podia ter dado o empate.

Vitória do Porto que mantém a distância de 7 pontos para o Benfica, próximo adversário para o campeonato já no próximo Domingo, dia 7 de Novembro.

sábado, 30 de outubro de 2010

Académica - Porto em directo

Acompanhe os lances mais importantes da partida n'O Livre Directo.


Académica 0 vs 1 FC Porto - Fim do jogo
Actualize a partida aqui.

» Fim do jogo. O Porto vence antes da visita do Benfica ao Dragão. O golo de Varela fez a diferença.
» 91' Livre de Hugo Morais e bola na trave!!! Na recarga Miguel Fidalgo falha!
» 90' +3 para jogar no Estádio cidade de Coimbra.
» 81' Substituição Porto: Sai Falcão, entra C. Rodríguez
» 78' Substituição Académica: Sai Diogo Valente, entra Júnior Paraíba
» 77' A Académica já não remata à baliza há 34 minutos. O 2º melhor ataque do campeonato está sem remates na 2ª parte para a Briosa.
» 74' Moutinho falha o penalti!!! Bola ao poste! Falcão na recarga por cima!
» 73' Penalti bem assinalado para o Porto, Hulk cruza do lado direito e dentro da área Hélder Cabral toca a bola com o braço.
» 71' Substituição Porto: Sai Varela, entra Otamendi
» 70' Substituição Académica: Sai Laionel, entra Éder
» 65' Hulk isolado vê Peiser sair da baliza de forma "suicida" e de baliza aberta manda ao lado.
» 57' Boa jogada de João Moutinho, conduziu a bola até à entrada da área, deu para Varela na esquerda e este sem marcação cruzou para dentro da área, Falcão desperdiça com um pontapé de primeira ao lado.
» 48' Jogada de perigo entre Hulk e Falcão, Hulk desmarca o seu compatriota que tenta driblar o adversário fazendo o guarda-redes da briosa sair da baliza para fazer a mancha, na sequência Falcão cruza para o interior da área onde estava Hulk que só não marcou porque o central estudantil cortou para canto.
»45' - Início da 2ª parte
» 45'+2 Final da primeira parte, partida equilibrada, mas que deixa o Porto neste momento com uma preciosa vantagem de um golo, num tapete que mais parece uma piscina.
»43' GOLOOO Porto: Lançamento de linha lateral para dentro da área da Académica a bola é mal aliviada e Varela dentro da área fuzila Peiser.
» 38' Cartão amarelo a João Moutinho, falta à entrada da área do Porto, sobre o lado direito do ataque da Académica. Livre Perigoso.
» 27' - Golo anulado ao Porto: Hélder Cabral protege a bola dentro da área e Hulk carrega-o nas costas, na sequência Falcão faz golo, mas já com o jogo interrompido.
» 24' - Substituição: Fernando sai lesionado (lesão muscular), entra Freddy Guarín
» 16' - Hulk em frente a Peiser escorregou no lago de Coimbra e não conseguiu concretizar.
» 7' - O relvado está completamente alagado, será muito difícil ver bom futebol esta noite.
» 0' - Início da Partida
»
Equipas titulares: Académica: Peiser (GR), Pedro Costa (DD), H. Cabral (DE), Berger (DC), Orlando (DC), Diogo Melo (MC), Laionel (MAC), H. Morais (MAC), Sogou (AD), Diogo Valente (AE) e Miguel Fidalgo (PL)
Porto:
Hélton (GR), Sapunaru (DD), A. Pereira (DE), Rolando (DC), Maicon (DC), Fernando (MC), Belluschi (MAC), J. Moutinho (MAC), Hulk (AD), Varela (AE), Falcão (PL)



Saleiro e Yannick Djaló de regresso aos convocados


Os dois jogadores, que têm estado afastados da equipa, já recuperaram dos respectivos problemas físicos e forma chamados pelo técnico Paulo Sérgio.

De fora por lesão ficam Liedson, Matias Fernández, Izmailov, Tales, Grimi e Polga, com o guarda-redes Timo Hildebrand a ser o único jogador a ficar de fora por opção.

Quanto a Pedro Mendes, já treina com o restante grupo de trabalho mas ainda não está em condições de competir, depois de uma lesão que o afastou da competição desde o início da temporada.

Fonte: Correio da Manhã

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Benfica vence P. Ferreira (2-0)


O Benfica conquistou hoje a 5ª vitória consecutiva para a liga após bater o Paços de Ferreira no Estádio da Luz por duas bolas a zero.

Ao minuto 14 Pablo Aimar marcou o primeiro, depois de uma jogada individual digna de jogadores como Diego Armando Maradona, "Pablito" passou por três adversários e à entrada da área rematou cruzado para o fundo das redes.

O Benfica dominou sempre a partida e na segunda parte o Benfica voltou a marcar à passagem dos 65 minutos, no primeiro penalti marcado a favor da turma de Jorge Jesus, convertido por Alan Kardec.

Com esta vitória os encarnados estão neste momento a 4 pontos do líder FC Porto e sem sofrer golos para o campeonato à 5 jornadas seguidas.

Ajude-nos a melhorar!


Com o objectivo de evoluir o blogue na estratosfera cibernaútica, O Livre Directo está aberto a sugestões, de modo a conseguir melhorar a qualidade do seu blogue.

Envie sugestões para: olivredirecto10@gmail.com ou faça-nos chegar a sua ideia através do Facebook.

Coentrão convocado


Fábio Coentrão está de regresso depois de ter falhado o jogo frente ao Portimonense, a dúvida de que se o internacional português seria ou não chamado para a partida de hoje no Estádio da Luz foi desfeita, ficando apenas a questão de que se irá ou não apresentar-se no onze titular.

O Benfica joga hoje pelas 20h15 na abertura da 9ª jornada da Liga ZonSagres 2010/2011, o jogo terá transmissão esclusiva e em directo na SportTv 1

Palestra

A vida é bela para o Dragão!

O FC Porto entra em campo esta jornada para defrontar a surpresa, até agora, da presente edição da Liga Zon Sagres. Jorge Costa já avisou que deseja vencer o seu clube do coração, opinião partilhada por todo o plantel que quer por certo apanhara a embalagem de um excelente inicio de época para vencer o líder e única equipa sem derrotas neste campeonato. Por outro lado o Porto de André Villas Boas está a entrar em fase de gestão, Moutinho anunciam os desportivos, pode ser o próximo a ficar de fora já no jogo frente à briosa, situação que pode ajudar a um bom espectáculo de futebol já que o jogador dos dragões tem sido pedra nuclear na estratégia do jovem treinador portista.
A única razão que me leva a crer que este encontro terá realmente um maior pendor para o Porto é o facto de a forma em que se encontram os jogadores, em todas as suas áreas, fazer potenciar bom futebol e rigidez táctica independentemente dos intervenientes. é esta a imagem de Villas Boas, consolidação táctica, sem muito espectáculo mas com eficácia, estilo cada vez mais parecido com o de José Mourinho, por muito que ele o queira negar.
O Sporting depois de ter regressado ás vitórias desloca-se à cidade Lis para defrontar a equipa mais deprimida da última jornada, sem fogo nem raça a União de Leiria foi esmagada por um Porto que nem precisou de se esforçar para conseguir vencer. Fica a curiosidade para ver se realmente Pedro Caixinha, treinador dos leirienses vai jogar da mesma forma contra o Sporting, é que a maneira como se apresentaram no Dragão, com 11 jogadores à frente da linha da bola (não me enganei quis mesmo dizer isto) fez parecer que realmente eles é que eram o favorito e o Porto um clube da 3ª divisão, situação que a revelar-se novamente resultará por certo em nova e que animadora goleada para o leão.
Não acredito nesse desfecho mas aposto claramente na vitória do Sporting, pois tem vindo em crescendo e tem aqui uma boa oportunidade para estabilizar os seus resultados com 3 vitórias consecutivas.
Por fim o Benfica que joga já hoje frene ao Paços, Jorge Jesus afirma que a equipa vai jogar sem medo (não tem outra opção), mesmo com a possibilidade de ver jogadores a serem punidos com a cartolina amarela e a ficarem de fora no jogo com o FC Porto. Como já tenho vindo a afirmar cada jogo dos encarnados nesta altura é de risco máximo e de obrigatoriedade de vencer, pelo que estou convicto de que conseguirão perante o seu público vencer a partida. Atenção no entanto para este Paços que mostra que tem um bom colectivo.

Simão Santana

Sintético é forte possibilidade já na próxima época


Sétimo relvado da vida do novo Estádio José Alvalade será artificial. Época 2011/12 deve marcar viragem histórica. Leão estuda o cenário há algum tempo e a decisão está para breve.

A próxima temporada pode marcar uma viragem histórica não apenas em Alvalade mas no futebol português. O Sporting pode tornar-se o primeiro clube do principal escalão a instalar um sintético no seu estádio. Segundo A BOLA apurou, a possibilidade de em 2011/12 o recinto sportinguista estar equipado com um relvado artificial é fortíssima.

No início de Outubro, em entrevista ao jornal Sporting, o presidente leonino, José Eduardo Bettencourt, como que preparava os adeptos para a possibilidade da mudança drástica. E agora, cada vez mais, o cenário de instalação de um sintético em Alvalade é dado adquirido.

Em sete anos de vida, o novo Estádio José Alvalade já conheceu seis relvados. Os problemas do recinto são estruturais, nomeadamente a forma como as bancadas, muito inclinadas, estão construídas faz com que as temperaturas, no topo norte do recinto, atinjam valores elevadíssimos, com pouca circulação de ar, pelo que os problemas na relva natural tornaram-se crónicos.

Mudança após mudança, tratamento após tratamento, os problemas persistem e a medida deverá mesmo ser radical e ainda mais célere do que se podia imaginar.

Certificação da FIFA

Se os leões avançarem para o sintético, como tudo o indica, já na próxima temporada, necessitam de um certificado da FIFA a confirmar que o relvado artificial obedece a todos os critérios de qualidade do organismo maior do futebol mundial. E isso terá de acontecer com seis meses de antecedência em relação ao início da temporada.

Fonte: A Bola

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

José Mota é o novo treinador do Belenenses


Antigo técnico do Leixões foi o escolhido para suceder a Rui Gregório. Contrato válido até final da presente temporada

Há muito que a SAD do clube do Restelo procurava um sucessor para Rui Gregório, demitido após o empate do último fim-de-semana com o Leixões. Na semana passada, Lito Vidigal (que representou o emblema da Cruz de Cristo como praticante) foi convidado formalmente pelo presidente João Almeida mas declinou o convite.

Nos últimos dias restavam quatro nomes em cima da mesa; José Mota, Ulisses Morais, Vítor Pontes, todos eles no desemprego, e Paulo Fonseca, actual treinador do Pinhalnovense e antigo futebolista do clube.

A decisão pendeu para o lado de José Mota, que esteve com um pé no Restelo quando a anterior direcção preferiu Baltemar Brito, antigo adjunto de José Mourinho. O vínculo entre as partes é válido até final da época.

O Belenenses está no 10.º lugar da Liga de Honra, soma seis pontos e está a apenas três do 2.º lugar, posição que permite a ascensão à Liga principal.


Fonte: DN

Falcão está «pronto para renovar»


Nomeado Atleta do Ano na cerimónia dos Dragões de Ouro 2009/2010, Radamel Falcao deixou um desejo: «superar o realizado na última época».

«Sei o que significa [este prémio] para o “mundo Porto”, por isso fico muito feliz por ter sido eleito este ano», disse Falcao. «Quando vim para a Europa, vim com a ilusão de tentar marcar uma era, mas sinceramente nunca pensei que chegasse tão depressa a esse sonho. Estes tempos no FC Porto têm sido um deslumbramento para mim», disse.

A distinção «significa muito para a minha carreira», acrescentou, frisando que o prémio «é de toda a equipa».

Falcao falou sobre o quanto gosta de estar no Porto: «Sou muito grato ao FC Porto, aos seus adeptos, estou pronto a renovar, estou disponível para ficar o tempo que eles quiserem. Estou mesmo encantado!»

Fonte: A Bola

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Javi García «Não tememos ninguém»


Pela segunda jornada consecutiva, o Benfica entra em campo antes do FC Porto. Javi García diz que o objectivo é voltar a pressionar o líder.

«Prefiro jogar antes do FC Porto, para fazer pressão. É bom para nós que joguem sabendo que somámos os três pontos, e que estamos apenas a quatro», justifica o médio espanhol, esperançado na vitória sobre o Paços de Ferreira, na Luz, e num deslize dos dragões diante da Académica, em Coimbra: «Queremos vencer e esperar que, pressionados, eles possam perder pontos».

Antes da deslocação à Invicta, o Benfica joga cartada decisiva na Liga dos Campeões. A recepção ao Lyon, marcada para a próxima terça-feira, reveste-se de particular importância, mas não está ainda no pensamento dos jogadores.

«Pensaremos no Lyon depois [do jogo com o Paços de Ferreira]. Temos três dias para preparar esse jogo, que é importante e no qual jogamos o nosso futuro» na Champions, admite Javi.

Uma coisa é certa: o Benfica, diz o médio espanhol, respeita todos os adversários mas «não tem de temer ninguém».

Fonte: A Bola

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Matías e Liedson lesionados


O jogo com o Rio Ave deixou marcas no “leão”. Matías Fernandez fez uma entorse no joelho esquerdo e vai parar, pelo menos, um mês, ao passo que Liedson vai ficar três semanas de “baixa” a recuperar de lesão na coxa esquerda.

De acordo com nota do departamento médico leonino, o chileno está a contas com uma entorse do joelho esquerdo com estiramento e lesão do ligamento lateral interno. O tempo de recuperação nunca será inferior a quatro semanas.

Já o luso-brasileiro fez uma lesão muscular aguda da face posterior da coxa direita e ficará de “baixa” nas próximas três semanas.

Também lesionado (traumatismo facial) no encontro com o Rio Ave, Nuno André Coelho deverá ser integrado no treino regular no decurso da presente semana.

Polga, que sofreu um traumatismo na região tíbio-társica esquerda com entorse no jogo da Liga Europa com o Gent, só deverá regressar aos treinos dentro de 15 dias.

O departamento clínico do Sporting actualizou ainda as situações de Daniel Carriço, que não treinou hoje devido síndrome febril e deverá ser integrado nas próximas 48 horas. Pedro Mendes (treino individualizado no terreno) tem integração prevista no decurso da próxima semana.

Tales de Souza (traumatismo na região tíbio-társica direita com entrose) só deverá estar apto na próxima semana.

Morreu o polvo Paul


Depois de tantas adivinhações nos jogos do Mundial de Futebol da África do Sul, o polvo Paul morreu, esta terça-feira.

O anúncio da sua morte foi feito pelo Aquário de Oberhausen, na Alemanha, onde vivia o polvo.

Paul ficou famoso por acertar os resultados de todos os jogos da Alemanha, no Mundial 2010, além de ter acertado a vitória da Espanha sobre a Holanda, na final do Campeonato do Mundo, e do jogo de atribuição do terceiro lugar.

Depois das adivinhas, este enigmático polvo foi, inclusive, cobiçado pelo Zoo Aquarium de Madrid e por uma casa de apostas russa, mas o Aquário de Oberhausen sempre disse que Paul não estava à venda. O polvo profeta tinha dois anos. Nasceu em 2008 em Weymouth, no Reino Unido, tendo depois ido viver para a Alemanha.

Fonte: A Bola

Fluminense «namora» Hélton


Deixou o futebol brasileiro em 2002 para rumar a Portugal (representou o União de Leiria até 2005), mas continua a ser seguido com atenção no outro lado do Atlântico. Hélton, guarda-redes do FC Porto desde 2005/06, está a ser cobiçado pelo Fluminense.

Aos 32 anos, o dono da baliza dos azuis-e-brancos vê o seu nome ser cogitado no Brasil, onde a imprensa dá conta do alegado interesse do “Flu” no seu concurso, a par de Diego Cavalieri, guardião brasileiro que representa o Cesena, da Serie A.

A forte ligação de Hélton ao FC Porto e os montantes que estariam envolvidos no negócio, e o elevado salário auferido por Cavalieri em Itália são apontados no Brasil como entraves difíceis de ultrapassar pelo emblema do Rio de Janeiro, actual líder do Brasileirão.

Diga-se que a imprensa brasileira noticia também o alegado interesse do Fluminense no guarda-redes do Sp. Braga, Felipe.

Fonte: A Bola

Liverpool na corrida por Coentrão


O fulgurante arranque de temporada de Fábio Coentrão continua a despertar o interesse dos principais clubes europeus. Ao Bayern Munique, que tentou contratar o jogador no defeso, já se juntou o AC Milan. Ontem, a imprensa britânica revelou que o internacional português de 22 anos é um dos alvos preferenciais do Liverpool.

O novo dono do clube, o milionário norte-americano John Henry, já manteve uma reunião com o treinador Roy Hodgson para perceber a dimensão das dificuldades que o emblema britânico atravessa. Na 18.ª posição da Premier League, os reds querem aproveitar a reabertura do mercado para fazerem alguns ajustes no plantel, e um dos nomes ventilados nos corredores de Anfield é o de Fábio Coentrão.

Cláusula protege

Luís Filipe Vieira já fez saber que não tenciona vender qualquer jogador até ao final da temporada de modo a não enfraquecer a equipa. Contudo, caso os ingleses resolvam bater a cláusula de rescisão do esquerdino não haverá nada que a direção encarnada possa fazer para segurar o atleta. Recorde-se que em agosto, quando os bávaros tentaram garantir o concurso do jovem, o presidente das águias conseguiu mantê-lo exigindo o pagamento de 30 milhões de euros, uma verba que fez esmorecer a cobiça germânica.

Apesar de ter renovado recentemente a sua ligação ao Benfica (assinou até junho de 2016), o futebolista recusou-se a subir a cláusula de rescisão como era pretendido pelos responsáveis encarnados. Coentrão por diversas vezes já se confessou “satisfeito no Benfica”, mas também não exclui a hipótese de sair perante uma proposta tentadora para si e para o clube. O início de 2011 já promete vir a ser movimentado na Luz.

Fonte: Record

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Hulk e Falcao bisam na vitória do FC Porto sobre o U. Leiria (5-1)


De regresso ao Campeonato, após a estrondosa vitória na Turquia frente ao Besiktas, o FC Porto voltou a deixar grande demonstração de força, derrotando o U. Leiria por 5-1. O resultado mais expressivo da competição até à oitava jornada vale aos dragões retomar a liderança com sete pontos de vantagem sobre o Benfica, o mais directo perseguidor.

Hulk e Falcao, ambos com dois golos, foram as principais figuras da partida, inteiramente dominada pelos azuis-e-brancos, que marcaram ainda por intermédio de Silvestre Varela.

Já o U. Leiria, que apresentou várias novidades em relação ao onze habitual, foi completamente aniquilado na primeira parte, logrando o tento de honra por intermédio de Carlão, através de grande penalidade, reduzindo na altura o marcador para 4-1.

Os azuis-e-brancos somam a 14.ª vitória em 15 jogos oficiais (tinham empatado na última jornada do Campeonato em Guimarães) e retomam os sete pontos de vantagem que dispõem na liderança sobre o mais directo perseguidor, o Benfica.

Fonte: A Bola

Coentrão Ok, Rúbem Amorim quase bom




O polivalente Fábio Coentrão integrou o jogo treino do Benfica e até marcou um dos golos, numa sessão em que Rúben Amorim já fez corrida.

O técnico do Benfica apostou, esta segunda-feira, na realização de um jogo-treino com os juniores, que foram reforçados com Marc Zoro e Balboa.

A equipa principal foi constituída por Moreira (Júlio César), Luis Filipe, Sidnei, Roderick e Fábio Faria, Airton, Sávlio, Filipe Menenzes, Weldon, Jara (Fábio Coentrão) e Nuno Gomes.

O argentino Salvio e Fábio Coentrão foram os marcadores de serviço, num treino que contou com a presença de 150 adeptos.

O quadro clínico está a ficar mais desanuviado, com Ruben Amorim a fazer corrida, tratamento e trabalho de ginásio, tal como Cardozo.

O Benfica regressa ao trabalho na terça-feira, às 17h00, à porta fechada.

Fonte: A Bola

Benfica - Braga na 4º eliminatória da Taça de Portugal


O sorteio realizado hoje em sede da Federação Portuguesa de Futebol voltou a ditar um novo reencontro entre Benfica e Sp. Braga que no início deste mês se defrontaram no Estádio da Luz para o campeonato.

Num sorteio em que pôs grande parte das equipas do primeiro escalão frente-a-frente, o destaque maior vai para esse confronto entre arsenalistas e encarnados, novamente no Estádio do Sport Lisboa e Benfica, o encontro da 4º eliminatória da Taça de Portugal será jogado a 21 de Novembro (Domingo) e provavelmente terá transmissão televisiva.

Por sua vez o Sporting jogará frente a uma equipa que esta época já lhe retirou pontos, o Paços de Ferreira desloca-se a Alvalade em mais um encontro primo-divisionário. Ao invés o Porto será das três equipas consideradas grandes, aquele que tem um jogo mais acessível. Os homens de AVB irão deslocar-se a Moreira de Cónegos para defrontar o Moreirense, também num encontro agendado para dia 21 do próximo mês.

Eis os encontros da 4ª eliminatória da Taça de Portugal:

4E21/11Juv. Évora 21/11 Santa Maria FC

4E21/11Merelinense 21/11 Carregado

4E21/11Rio Ave 21/11 Feirense

4E21/11Atlético 21/11 Tourizense

4E21/11Pinhalnovense 21/11 Tirsense

4E21/11Mondinense 21/11 Torreense

4E21/11Marítimo 21/11 V. Setúbal

4E21/11Bombarrelense/Louletano 21/11 U. Madeira

4E21/11Varzim/Cova da Piedade/Gondomar 21/11 Ribeirão

4E21/11Benfica 21/11 Sp. Braga

4E21/11Sporting 21/11 P. Ferreira

4E21/11Moreirense 21/11 FC Porto

4E21/11Merelinense 21/11 Carregado

4E21/11Olhanense 21/11 Nacional

4E21/11Beira-Mar 21/11 Académica

4E21/11Portimonense 21/11 V. Guimarães

4E21/11Sp. Espinho 21/11 Leixões



Livre Directo em remodelação

O seu blogue favorito continua na linha da frente, pelo que estamos a proceder a uma remodelação do blogue para que você seja sempre o mais beneficiado.

Esperam-se novidades!

Javi Garcia garante vitória do Benfica no Algarve


Depois de novo desaire na Europa, o Benfica regressou este domingo às vitórias no campeonato. Javi Garcia foi o autor do único golo no Estádio do Algarve, valendo então aos encarnados o segundo posto isolado na tabela classificativa.

O Portimonense até entrou bem, mas a equipa de Jorge Jesus soube organizar-se se e à passagem da vintena de minutos já controlava os acontecimentos. Só o guarda-redes dos algarvios, Ventura, impediu que o Benfica marcasse ainda antes do intervalo, nomeadamente por David Luiz (25 minutos) e Saviola (30).

O golo, no entanto, chegaria logo após o reatamento, através do já quase inevitável lance de bola parada. Carlos Martins bateu livre da direita, Javi Garcia ludibriou a defesa contrária e cabeceou solto para o fundo da baliza.

O Portimonense ainda esboçou a reacção, quase sempre através de Candeias, mas Roberto só por uma vez foi verdadeiramente posto à prova. Já no lado oposto, o Benfica ainda desperdiçou algumas oportunidades, com o «suplente» Jara a mostrar-se muito perdulário.

Os encarnados somaram então a quarta vitória consecutiva no campeonato, isolando-se agora – beneficiou dos desaires de Olhanense e V. Guimarães - na perseguição ao líder FC Porto, que soma mais quatro pontos, tendo ainda menos um jogo.

Fonte: A Bola

Abel arromba autocarro do Rio Ave


O Sporting venceu este domingo o Rio Ave, por 1-0, em jogo da 8.ª jornada da Liga Zon/sagres, num encontro sofrido e onde só Abel encontrou o caminho do golo.

Depois do excelente jogo com os belgas do Gent, o Sporting voltou a sofrer para conseguir marcar um golo, mas depois de três remates aos postes conseguiu fazer um golo e conquistar os três pontos.

O Sporting não vencia na Liga Zon/sagres desde 30 de Agosto, frente à Naval 1.º de Maio. Desde então somou três empates (Olhanense, Nacional e Beira-Mar) e uma derrota com o Benfica, por 2-0.

Com este resultado o Rio Ave, que entrou para o encontro com a lanterna vermelha, vai continuar com ela mais uma jornada, colocando pressão sobre o treinador Carlos Brito.

Fonte: A Bola

domingo, 24 de outubro de 2010

«Arsenalistas» derrotam Olhanense e ascendem ao segundo lugar


O Sp. Braga derrotou, este sábado, o Olhanense, no Estádio AXA, por 3-1. Este resultado faz com que a equipa orientada por Domingos Paciência ascenda provisoriamente ao segundo lugar.

O Olhanense esteve em vantagem, após o golo de Maurício, aos 40 minutos, após a marcação de um livre. A reacção do Sp. Braga surgiu na etapa complementar. Aos 49 minutos, Mossoró recebeu o passe de Luís Aguiar e empatou.

Aos 56 minutos, Lima entrou pela linha do fundo, rematou e Moretto acabou por desviar o esférico, com o pé, para dentro da baliza. Aos 64 minutos, a equipa «arsenalista» estabeleceu o resultado. Com o brasileiro Lima novamente em destaque ao apontar o golo da tranquilidade, após a marcação de um livre indirecto.

Fonte: A Bola

sábado, 23 de outubro de 2010

José Eduardo Bettencourt em entrevista: «Sporting foi sempre um projecto atormentado»


O presidente do Sporting conduz os leitores (...) numa viagem guiada ao interior do clube. As respostas pragmáticas e lúcidas que dá são temperadas por uma paixão sem limites pelo emblema que desde sempre abraçou. Um depoimento que continuará na edição de amanhã, dia em que Bettencourt celebra 50 anos.

- Disse, durante a campanha eleitoral, que este era o desafio da sua vida. Catorze meses depois continua com a mesma ideia?

- Tenho essa consciência. Para se ganhar na vida são precisas condições e eu sabia que as condições de que disporia seriam menores relativamente às da concorrência. Sei que corro riscos, que serei julgado pelos resultados e nada mais; e sei ainda que o desafio que aceitei é muito, muito difícil. Mas também sei que há coisas que estão a ser feitas e que, se as quiserem aproveitar mais tarde, serão muito importantes.

- Conhecia os riscos que ia correr?

- Como no Sporting, por norma, não há milagres, sabia que o risco era brutal e disse-o em casa. Hoje estou à vontade para dizer que disse à minha família: a probabilidade de espetanço é de 90 por cento. E espetando-me no Sporting a 90 por cento estou morto para o resto da carreira. Mas quando percebi que ninguém queria o lugar - porque aquilo a que assisti foi a desculpas esfarrapadas - era preciso alguém que assegurasse a parte do bater no fundo para depois vir um verdadeiro Messias.

- Tem havido bastante turbulência à volta do clube, o que não ajuda...

- O clima criado em torno do Sporting transmite-se a todo o lado. Se um jogador entrar em campo a pensar que o presidente viu «um cartão amarelo» e se calhar no dia seguinte não estará cá para pagar o salário, está criado um cenário de perturbação. Tive uma expressão infeliz, aquela do terrorismo, e já pedi desculpa. Mas ninguém comenta a forma baixa e ordinária como tenho sido tratado por algumas pessoas.

- Estava habituado a ser elogiado. Desde que chegou à presidência do Sporting, tem sido alvo de inúmeros ataques. Como convive com isso?

- A vida é assim. Levo muito na cabeça mas há problemas mais graves. A fome e o desemprego são muito mais graves do que isso tudo... É isso que digo aos meus filhos: durmam descansados, façam o melhor que sabem e sujeitem-se à crítica ou ao elogio.

- Não é utópico querer ganhar quando os concorrentes directos têm orçamentos três vezes superiores?

- É o que as pessoas exigem.

- Insistimos: não é utopia?
- Utilizei uma expressão quando isso me foi perguntado na apresentação de Paulo Sérgio: temos obrigação de andar lá em cima. Claramente, temos de ficar 15 pontos à frente do Sp. Braga. Indiscutivelmente. Ainda para cima acho que não estamos no topo da tabela por um conjunto de circunstâncias e coisas

- Está arrependido do rumo que escolheu?

- O Sporting tinha de passar pela fusão da tecnocracia com a emoção, com os valores do Sporting, com a cultura do Sporting. É facílimo perceber que o Sporting criou, nestes últimos anos, algumas expectativas, mas foi sempre um projecto atormentado. Não podemos ignorar que houve divergências, saídas e entradas, e muito pouco entendimento, por vezes, sobre questões básicas.

Há cinco por cento de mafiosos no futebol português

- Admite que os adeptos possam não ter visto em si aquilo que desejariam como imagem do poder?

- Acho que têm razão, porque sempre muito humildemente disse que podia não ter perfil para isto. Mas também sabia que isso não era decisivo, porque no passado houve uns com mais e outros com menos perfil e isso não fez diferença nenhuma.

- Tem agora a ideia de que o futebol visto por dentro é bastante mais complexo do que aquilo que as pessoas possam pensar?

- É. Para já, a grande diferença é o mediatismo, que atrapalha muito. E vou dar um exemplo: não estou satisfeito com este colaborador e vai sair desta posição e vai para aquela. O assunto morre ali. Basta uma pessoa trabalhar na esfera do futebol e a probabilidade dessa pessoa falar com dez jornalistas é grande. Ainda para mais numa casa com a tradição de várias correntes, várias ondas, etc..
Depois, há componentes muito mafiosas, muito complexas. É fácil dizer que se podia ter sido feito assim ou assado, mas os agentes de jogadores, o facto de o mercado ter só dois momentos e de haver uma complexidade regulamentar e desportiva própria, tornam tudo complicado. Mas também tem coisas fascinantes e pessoas do melhor que há.

- Qual é hoje a sua visão concreta do futebol português? É a que esperava ou vai além daquilo que era a sua imaginação?

- No lado mais racional, penso que, hoje em dia, o futebol português tem um défice de coragem. Um país como Portugal não pode gastar o que gasta no futebol. Obviamente pode haver modelos de mais ou menos sucesso, mas todos os modelos são de alto risco. Penso que, se calhar, vamos ser obrigados a esse esforço mais cedo ou mais tarde. Obviamente que se a concorrência acelera muito, se não aceleramos ficamos para trás e isso pode ter várias implicações. Quanto ao resto, sinto que há um futebol que tem 95 por cento de pessoas extraordinárias. Depois acho que há uma componente de país pequeno terrível, muito baixa. Há cinco por cento de mafiosos!

- O Sporting não beneficia do ódio enorme entre as lideranças de Benfica e FC Porto?

- Temos tentado contribuir para o sucesso da indústria do futebol. Temos divergências e já engoli sapos. Mas para mim o backstage não é importante, a imagem que deve passar para a opinião pública é a das coisas boas.

Fonte: A Bola

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Futebol de Gabinete

Reflexão: a armadilha da alavancagem financeira nos clubes de futebol


A alavancagem financeira, segundo as teorias de gestão e análise financeira, consiste no recurso por parte de uma entidade a capitais financeiros disponibilizados por uma outra entidade financiadora, com o objectivo de através da sua utilização conseguir um retorno superior ao custo da dívida. Por exemplo, quando um clube quando pede um empréstimo a um banco para contratar um jogador, prevendo que a sua rentabilidade desportiva, merchandising e bilheteiras superem o custo que o clube terá com os juros do empréstimo.

A falta de lucro e a necessidade de contratar activos para sustentar a performance desportiva dos clubes levam a este problema bastante grave e que significa, anualmente, muitas falências de clubes de futebol, alguns até míticos. Basicamente, traduz-se em investir e consumir sem ter dinheiro recorrendo, por isso, ao banco. A armadilha está no enorme desajustamento entre a realidade financeira e a realidade desportiva. Está mais que banalizado ouvirmos que Benfica ou Sporting apresentaram prejuízos de 40 milhões de euros…ninguém pensa que no dia em que o passivo superar o valor dos bens do clube e caso os accionistas não estejam na disposição para meter dinheiro próprio é o fim? Não deixa de causar confusão.

Os problemas começam num momento de incapacidade de valorização dos activos, agravando a situação financeira provocada pelos empréstimos contraídos na banca. Porque se num ano a situação pode parecer esplêndida, uma saída de um treinador ou de um ou 2 jogadores importantes ou às vezes nem uma nem outra mas por outro qualquer motivo, o ano seguinte for catastrófico no plano desportivo, o empréstimo que entretanto foi concedido no ano anterior tem de seguir o plano de reembolso.

Exemplo: um clube vence duas principais competições num ano. Tudo corre muito bem no plano desportivo e razoavelmente no plano financeiro. Nisto, o clube para tentar manter a competitividade desportiva no ano seguinte pede um empréstimo de 25 milhões de euros para a aquisição de um jogador e oferece como garantia ao banco a hipoteca de terrenos e instalações do clube. Seguidamente, no início da nova época, o tal “top player” tem uma lesão grave ou um problema disciplinar e fica de fora grande parte da época. Não obstante, o clube não consegue ter resultados e acaba a época sem títulos. Dá-se uma quebra de receitas (bilheteira e merchandising, essencialmente) na ordem dos 30%. O que se conclui? Que o empréstimo tem de ser pago mesmo tendo as receitas diminuído 30%. E se antes da quebra as receitas permitiam cumprir o plano de liquidação e depois dos 30% já não permitirem? Incapacidade de tesouraria e execução de penhora. O clube deixa de ter instalações próprias para desenvolver a actividade desportiva, capacidade financeira para valorizar os activos (se não aparecer nenhum «mourinho») e começa aquilo a que chamo “o ciclo de falência”…dívidas às finanças e 2ª divisão distrital.

A alavancagem, num mundo globalizado de crédito e onde predomina a concorrência e a orientação para o consumidor é um instrumento necessário mas do maior perigo para a actividade empresarial. Tem de ter uma gestão muito selectiva e cautelosa nos investimentos que são realizados e um estudo prévio de desempenho futuro e previsão de fluxos. Não entendo como é que os accionistas qualificados dos clubes (donos maioritários de tudo o que se faz nos mesmos) permitem tais situações e adoptam uma postura de completa abstenção perante os movimentos financeiros que são adoptados pelos presidentes dos clubes. Em qualquer organização ou empresa privada, o escrutínio accionista é permanente e certas decisões soberanas são deliberadas em assembleia própria, especialmente quando o perigo de vida da empresa é uma realidade.

Nota: Este foi o último artigo da rubrica “Futebol de Gabinete”, mais de um ano de uma experiência que nunca esquecerei e a qual ficarei sempre agradecido à pessoa que me deu o prazer de escrever, pela primeira vez, para um blog oficial, o João Vasco. Classificado entre os 50 mais vistos do país e que teve excelente rubricas e textos de qualidade (um dos concursos até fui vencedor ;p) orgulho-me de ter participado neste projecto, deixando a porta aberta para um dia, depois dos projectos em que actualmente estou envolvido, voltar a pertencer à equipa. Um abraço a todos.


Jorge Manuel Honório, Gestor de Risco

Palestra

Ainda sou do tempo em que o Sporting ganhava para o campeonato no Alvalade XXI

Como se dizia à uns dias aqui mesmo n'O Livre Directo, voltamos à carga, o campeonato volta e com ele a festa do futebol nacional.
Na ressaca europeia da excelente vitória frente ao Besiktas o FC Porto recebe um adversário difícil, a União, que neste momento ocupa o 5º lugar da tabela classificativa e tem complicado normalmente a vida aos grandes quando os visita, que o diga o Sporting. No entanto a equipa de AVB encontra-se excelente momento e piorar não parece que venha a acontecer, com um jogo tipicamente "Mourinhista", por muito que o treinador azul e branco o tente desmentir, o Porto apresenta-se sempre com elevados níveis de eficácia, sem nunca deslumbrar mas sem deixar que as outras equipas possam criar perigo. Aposto na vitória do líder, até porque o merece e com Falcão a melhorar a sua forma jogo após jogo o Porto fica quase imbatível.
O Sporting recebe o Rio Ave, um bom jogo para os comandados de Paulo Sérgio se encontrarem de novo com a Liga Portuguesa, pois é preciso recuar a 30 de Agosto do presente ano para vermos a última vitória dos Leões para a Liga interna, num triunfo fora sobre a Naval por três bolas a uma, situação que se agrava se formos tentar recordar a última vitória do Sporting no Alvalade XXI a contar para o campeonato que foi à precisamente dois meses, a 22 de Agosto frente ao Marítimo e com o golo já ao cair do pano por Matías Fernandez. Não tem estado por isso nada fácil a missão do Sporting em casa, sendo o Rio Ave o último da tabela e sem dar mostras de melhorias, a equipa de Alvalade tem tudo para fazer as pazes com os adeptos e arrancar para uma enorme série de bons resultados, sendo esta a única maneira de ainda ter aspirações pelo título esta temporada.
Bom regresso à Liga! Até p'rá semana!

Decidi não falar do Benfica em sinal de protesto, como já o fiz em relação ao Sporting, os adeptos encarnados e a direcção andam distraídos com jogos de bastidores, em vez de admitirem que erraram na planificação da época, que o Gaitán e o Jara deviam ter vindo já a época passada, em vez de se desculparem com arbitragens, mundiais, Ramires ou Di Marias. Os adeptos andam a ser iludidos, a culpa da péssima época que o Benfica tem vindo a realizar têm 5 nomes: Luis Filipe Vieira, Rui Costa, Jorge Jesus, David Luiz e Maxi Pereira. Jogadores que não querem estar no clube é irem embora, dirigentes que se preocupam com os adversários não podem com certeza preocupar-se com a sua equipa, treinadores que acham que por terem vencido um campeonato vão ganhar tudo, de certeza que só jogam Playstation!

Simão Santana

Pinto da Costa manda calar «os Bin Laden do futebol português»


O presidente do FC Porto espera que a exibição do FC Porto frente ao Besiktas, na Turquia, «cale de vez os Bin Laden do futebol português», que duvidaram do valor de André Villas Boas para assumir o comando da equipa azul e branca.

«Este foi o 14.º jogo oficial do FC Porto treinado por André Villas Boas - o tal que dizem que contratei à pressa – e a 13.ª vitória. Espero que esta exibição, com dez e nove jogadores e com uma arbitragem inacreditável, cale de vez os Bin Laden do futebol português», disparou Pinto da Costa, no final do jogo disputado em Istambul.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Benfica complica apuramento

O Benfica foi esta quarta-feira derrotado, por 2-0, pelo Ol. Lyon em jogo da 3.ª jornada do Grupo B da Liga dos Campeões.

Uma derrota complica as contas dos Campeões nacionais na passagem à fase seguinte da prova, até porque no outro jogo do grupo, os alemães do Schalke 04 venceram, por 3-0, os israelitas Hapoel Tel Aviv.

O Benfica termina a primeira volta do grupo em posição de acesso à Liga Europa, já o Ol. Lyon é o líder indiscutível do grupo.

Fonte: A Bola

Benfica vs Lyon: A Ferro e fogo!


Consulado de Portugal em Lyon reforça serviços em dia de jogo do Benfica.

O consulado de Portugal em Lyon vai reforçar hoje os serviços, por mera medida de precaução, no dia que decorre o jogo entre o Olimpique Lyon e o Benfica, informou fonte do gabinete do secretário de Estado das Comunidades.

Fonte: SIC

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Sp. Braga vence Partizan


Um golo do avançado brasileiro Lima, aos 35 minutos, e outro de Matheus, aos 90, deu esta quarta-feira a primeira vitória do Sp. Braga no Grupo H da Liga dos campeões, diante do Partizan de Belgrado.

Com este triunfo os bracarenses ascendem ao 3.º lugar do grupo, trocando de posicionamento com os sérvios, e acendem a esperança na passagem à fase seguinte, beneficiando da goleada sofrida pelo Shakhtar Donetsk diante do Arsenal, por 5-1.

Um triunfo que premeia a consistência de jogo do Sp. Braga em relação à postura expectante do Partizan, que procurou surpreender os bracarenses em jogadas de ataque rápido.

Benfica em França

foto: abola.pt

O Benfica chegou à cidade francesa depois de mais de duas horas de atraso na partida do avião de Lisboa, à chegada a Genebra a comitiva encarnada tinha à sua espera um autocarro que os transportou para a cidade de Lyon onde irão começar a preparar o jogo de amanhã contra o Olimpique local.

Relembramos que a França e em especial Lyon está debaixo de fortes protestos devido às medidas tomadas pelo Estado daquele país, pelo que se chegou a temer que o Benfica não conseguisse viajar para a cidade gaulesa.

Braga à conquista da Europa!


É baseado no espírito de grupo que Domingos Paciência espera levar de vencida o Partizan, em jogo da 3ª jornada da Liga dos Campeões.

«É um jogo muito importante, o qual temos de ganhar para alimentar a esperança do apuramento. Só nos passa isso pela cabeça. Mas será preciso o esforço de todos para o conseguirmos» afirmou o treinador arsenalista numa jornada que se tem contornos de decisiva para a equipa da cidade do Minho, que depois de duas derrotas vê o apuramento para a 2º fase da prova ameaçado.

Sem esquecer a derrota caseira diante dos ucranianos do Shakhtar, Domingos alertou ainda para o facto da equipa sérvia do Partizan ser diferente: «Trata-se de uma formação com muita qualidade e mobilidade no ataque e com dois alas perigosos. Ao contrário do Shakhtar, o Partizan é uma equipa que gosta de assumir o jogo»

Acreditando que a sua equipa irá levar da vencida o encontro, Paciência está convencido que a equipa irá encontrar-se com si própria e dar uma resposta positiva já esta Terça-feira. «Começámos muito bem, mas depois fizemos dois jogos muito maus, com o Arsenal e com o Shakhtar. Temos capacidade para fazer melhor e é isso que vamos fazer neste jogo», assegurou.

Em caso de derrota o Sp. Braga poderá desde já dizer adeus aos milhões e ter apenas a possibilidade de se encontra na segunda fase da Liga Europa.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Caixinha indicou Sá Pinto


O director desportivo do U. Leiria confirma que o nome de Sá Pinto, novo treinador adjunto da equipa da cidade do Lis, foi recomendado pelo técnico principal Pedro Caixinha.

«[Sá Pinto] chega ao U. Leiria de uma forma natural. Havia uma lacuna na equipa técnica e estávamos há algum tempo à procura de alguém. Falámos com o Ricardo Sá Pinto, que foi o nome indicado pelo “mister” e chegámos a um entendimento. Se é a pessoa ideal para o cargo? Na minha opinião sim. Mas a melhor pessoa para responder a isso será Pedro Caixinha, porque foi um desejo dele», disse Rodolfo Vaz em declarações à Renascença.

Fonte: A Bola

«Deixo de jogar no Benfica no final da época» - Nuno Gomes


É ponto assente. Esta será a última época de Nuno Gomes a jogar com a camisola do Benfica. Com 34 anos, o jogador termina contrato com os «encarnados» e garante que não vai prolonga-lo.

Em aberto fica a possibilidade de o avançado transitar para um cargo directivo, a exemplo do que sucedeu com Rui Costa, mas Nuno Gomes diz que ainda se sente em condições para jogar mais uma temporada. Certo é que nos relvados, com a camisola do Benfica, esta será a sua última temporada...

«Vou deixar de jogar no Benfica no final da época, o resto logo se verá. Sinceramente nesta altura não vejo o que poderei fazer depois de Junho, só sei que termino contrato e não vou continuar como jogador», afirmou o camisola 21 da equipa «encarnada», que falava depois de ter representado o plantel num almoço com o embaixador do Chile, numa homenagem aos 33 mineiros que estiveram soterrados na mina de San José.

Fonte: A Bola

Nova regra da UEFA deixaria 3 grandes fora da Europa dez anos


Em 2013/14, qualquer clube profissional da Europa que tenha gasto mais do que recebeu na época desportiva anterior ficará fora das provas europeias ou, se não se tiver classificado para a Liga dos Campeões ou para a Liga Europa, sofrerá multas pesadas da UEFA.

Dentro de três anos, precisamente na tal temporada de 2013/14, entrará em vigor o chamado fair play financeiro, conjunto de regras cuja meta é garantir a saúde financeira dos clubes europeus e tornar o futebol viável a longo prazo.

O controlo das contas será feito através de uma auditoria e o não cumprimento dessas regras fará com que os clubes em falta sofram punições severas.

Para a fiscalização e monitorização destas medidas, avaliando a documentação submetida pelo órgão licenciador e, se necessário, requisitando informação adicional, a UEFA contará com um órgão independente, presidido pelo antigo primeiro-ministro da Bélgica (entre 1992 e 1999) e actual deputado europeu, Jean-Luc Dehaene: o Painel de Controlo Financeiro de Clubes.

As principais regras
E quais são, em síntese, as principais regras que este órgão terá de fiscalizar para implementar o tal fair play financeiro?
1 - Impedir que os clubes gastem mais do que o total de receitas geradas, através de fiscalização e aconselhamento financeiro a clubes que apresentem resultados operacionais negativos de forma repetida;

2 - Controlar os valores pagos a jogadores em salários e transferências, através de fiscalização e aconselhamento;

3-Controlar os níveis de endividamento dos clubes através de indicações e aconselhamento, para que possam apresentar um desenvolvimento financeiro sustentável;

4 - Limitar o número de jogadores em cada plantel, contribuindo dessa forma para reduzir custos, nomeadamente em salários e transferências.

A implementação deste conjunto de regras será faseada durante três anos: 2010, 2011 e 2012.

Fonte: A Bola


Em Portugal as consequências seriam:

- Portugal:Três grandes falhariam dez apuramentos;

domingo, 17 de outubro de 2010

Jesus destaca «grande eficácia» frente ao Arouca


O treinador do Benfica, Jorge Jesus, considerou que era importante dar minutos a jogadores menos utilizados no jogo da Taça de Portugal, frente ao Arouca, apesar de já antes se ter queixado de os jogadores terem estado muito tempo sem competição.

«Estes jogos põe uma equipa com a capacidade do Benfica a estar sempre em situações ofensivas, torna-se complicado. Tivemos uma grande eficácia, sobretudo na bola parada e na segunda jogámos o bastante com o resultado e o tempo de jogo. Sabíamos que iriam aparecer os golos», disse na flash-interview da SportTV.

«Voltámos a golear um adversário bem organizado, que nos tirou alguns espaços na primeira meia-hora. Foi bom para jogadores que não tem jogado tanto, como o Airton ou o Kardec, que vai ser um goleador e precisava de golos e de minutos de jogo. Já tinha planeado poupar o Javi, mas se o Airton não estivesse a funcionar na direita, tirava o Javi e entrava o Luís Felipe», esclareceu.

Quanto à próxima partida, com o Lyon para a Liga dos Campeões, Jesus já fez algumas contas: «Temos jogos em casa, sabemos que ganhando-os e fazendo um ou dois pontos fora devemos conseguir o apuramento, podemos ter algum deslize em casa. Os dois jogos com o Lyon podem ser determinantes para o nosso apuramento.»

Fonte: A Bola

sábado, 16 de outubro de 2010

Benfica volta a golear (5-1)


O Benfica carimbou o apuramento para a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal com uma goleada (5-1) sobre o Arouca, no Estádio da Luz. Kardec (2), Saviola, Luisão e Gaitán facturaram para os encarnados, Diogo apontou o tento de honra da equipa nortenha.

Não há Cardozo, há Kardec. O brasileiro abriu o marcador aos 24 minutos numa fase ascende do Arouca, em resposta ao arranque dominador do Benfica. O lance surge após uma boa jogada de envolvimento entre Salvio e Gaitán, com este último a cruzar para cabeceamento fatal do avançado. O “31” tentou dilatar a vantagem mas cabeceou ao poste após canto de Aimar. Na recarga, Saviola (31 min.) encostou para o golo e, mesmo em cima do intervalo, Kardec “bisou” com novo tento de cabeça.

No segundo tempo, o ritmo de jogo caiu e o marcador só voltou a mexer aos 66 minutos com Luisão a cabecear com sucesso após livre de César Peixoto. O quinto golo surgiu aos 88 minutos numa excelente iniciativa de Gaitán que, após combinação com Nuno Gomes, apareceu isolado na área e bateu Pedro Soares sem dificuldades.

Tempo ainda para o tento de honra do Arouca, apontado por Diogo mesmo ao cair do pano.

O Benfica consegue o resultado mais dilatado desta temporada e junta-se a FC Porto, Sporting, V. Setúbal, Rio Ave e U. Madeira que hoje também garantiram o apuramento para a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal.

Fonte: A Bola

Porto goleia Limianos (4-1)


FC Porto venceu hoje a equipa dos Limianos por 4-1, no Estádio do Dragão, num encontro referente à 3ª eliminatória da Taça de Portugal.

O FC Porto inaugurou o marcador logo no início da partida, aos 8’ por Walter, após falha de um defesa dos Limianos. Os ‘dragões’ dominaram o encontro, contudo sem oportunidades de golo. Antes das equipas irem para intervalo, aos 45’, Varela aumentou a vantagem para os 'azuis e brancos', depois de um cruzamento da esquerda de Emídio Rangel.

No segundo tempo, aos 59’, Walter apontou o seu segundo golo neste encontro, de pé esquerdo, aproveitando um ressalto de bola na área do Limianos. A equipa de Ponte Lima fez o seu único golo através de Pedro Tiba, que marcou de cabeça, após cruzamento da direita. A equipa do FC Porto continuou a quer aumentar a vantagem, pelo que Walter fez o ‘hat-trick’ aos 90’, com um golo de cabeça, após cruzamento da direita de Ukra.

Ficha de jogo

Jogo no Estádio do Dragão, no Porto.

FC Porto - Os Limianos, 4-1.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, Walter, 09 minutos.

2-0, Varela, 45+1.

3-0, Walter, 61.

3-1, Pedro Tiba, 69.

4-1, Walter, 90+1.

Equipas:

FC Porto: Beto, Sapunaru (Ukra, 69), Otamendi, Sereno, Emidio Rafael, Souza (Castro, 55), Guarin, Ruben Micael, Varela (James Rodriguez, 69), Hulk e Walter.

(Suplentes: Kieszek, Maicon, Belluschi, Castro, Ukra, James Rodriguez e Falcao).

Os Limianos: Pedro Baía, Pedro Maciel, César, Zé Manel, Vítor Hugo, Tiago Silva, Emanuel (André, 62), Pedro Tiba, Gil (Tiago Ribeira, 65), Vasco (Marquinho, 73) e Vinicius.

(Suplentes: Litos, Lucas, Marquinho, Terroso, Tiago Ribeira, André e Jean Phillipe).

Árbitro: Cosme Machado (Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Souza (26), Zé Manel (30 e 59), Vítor Hugo (32), Sereno (53), Tiago Silva (66). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Zé Manel (59).

Assistência: 41 118 espetadores.

Fonte: O Jogo

Sporting tremeu mas derrotou Estoril


O Sporting garantiu este sábado, no estádio António Coimbra da Mota, a passagem à quarta eliminatória da Taça de Portugal, após derrotar o Estoril, por 2-1.

No entanto, os verde-e-brancos não ganharam para o susto. Na primeira parte, o Estoril levou claramente a melhor, mostrando-se mais dominante que os leões e chegou à vantagem com justiça. Alex Afonso ganhou a Postiga nas alturas e inaugurou o marcador.

A etapa complementar trouxe uma história inversa. Paulo Sérgio arriscou e colocou Liedson e Salomão em campo, retirando Zapater e Vukcevic. As duas alterações foram fulcrais para o desenrolar do jogo.

Salomão assistiu Liedson para o primeiro golo leonino. O “Levezinho”, aos 64 minutos, atirou de cabeça para o fundo das redes de Cléber.

O segundo tento do Sporting surgiu após uma grande confusão na pequena área estorilista. Evaldo apanhou a sobra e cabeceou, Cléber evitou o golo, mas Hélder Postiga apanhou a bola em boa posição e disparou para o fundo da baliza dos canarinhos.

Antes do Sporting chegar à vantagem, o treinador do Estoril, Vinícius Eutrópio foi expulso por palavras e após o segundo golo da turma de Alvalade, o adjunto Luís Roquete também recebeu ordem de Pedro Proença para sair de campo.

Fonte: A Bola

Ariedo Braida: "Estamos a segui-los com muita atenção"


O AC Milan está a trabalharam arduamente em relação ao futuro e os nomes de Fábio Coentrão, David Luiz e João Pereira fazem parte de uma lista de nomes que os responsáveis do emblema transalpino seguem com particular atenção. Os defensores de Benfica e Sporting inserem-se numa lista de alvos que os rossoneri definiram com vista a rejuvenescer o sector recuado da equipa comandada por Massimmiliano Allegri.

Ariedo Braida, diretor-desportivo do conjunto milanês, 64 anos, confirmou a Record que esteve recentemente em Portugal e que os três defesas são jogadores que o AC Milan segue... com atenção.

“Estamos a trabalhar há muito tempo de forma a preparar o futuro do AC Milan. É um facto que estive recentemente em Portugal, atualmente encontro-me na Grécia e vou continuar a viajar pela Europa para observar jogadores. Isso não significa que vamos contratar todos os jogadores que observamos, mas sim que estamos atentos a uma série de talentos que podem vir a interessar-nos num futuro mais ou menos próximo”, começou por explicar.

Talentos

Confrontado com os nomes de Fábio Coentrão, David Luiz e João Pereira, Ariedo Braida explicou.

“Quando nos deslocamos a qualquer lado é porque estamos interessados em observar alguém. Posso dizer que estamos a segui-los com muita atenção. É essa a nossa política. Em Portugal há jogadores de muita qualidade, portugueses e não só. Além disso tenho ótimas relações com os clubes portugueses, casos do Benfica, FC Porto ou Sporting e trata-se de um mercado interessante. Contudo, isso não quer dizer que os vamos contratar. Um clube como o AC Milan tem vários jogadores referenciados e vai acompanhando a sua evolução. Contudo, posso garantir que, nesta fase, estamos apenas a observar uma série de jogadores”, garantiu o homem forte do futebol do AC Milan.


Projeto em marcha

No início da época os rossoneri iniciaram um processo de reconstrução do plantel de forma a aumentar a qualidade da equipa: Ibrahimovic e Robinho foram as grandes bandeiras. Contudo, o emblema milanês procura também rejuvenescer o plantel, sobretudo a defensiva. “Estamos a trabalhar a pensar no futuro. Há muita coisa para ver e em Portugal há jogadores muito interessantes.”

Fonte: Record

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

«FC Porto nunca se baterá pela verdade desportiva»


O Benfica justifica o facto de ter requerido bilhetes para o jogo no Dragão, da 10.ª jornada da Liga, com o argumento de que, "com esta direção", o FC Porto "nunca se baterá pela verdade desportiva".

"O jogo do Porto é o único que não cumpre os pressupostos em que assentou o pedido dos órgãos sociais. O FC Porto, com esta direção, nunca se baterá pela verdade desportiva", disse hoje à agência Lusa uma fonte do Benfica.

Uma fonte do FC Porto revelou à Lusa que o Benfica pediu hoje ao clube portuense 2.500 bilhetes e 100 lugares VIP para o encontro entre as duas equipas, a disputar a 7 de novembro no Estádio do Dragão.

A 13 de setembro, o Benfica lançou um apelo aos adeptos, para que se abstivessem de assistir aos jogos de futebol do clube fora do Estádio da Luz, numa declaração lida pelo presidente da Assembleia-Geral, Luís Nazaré, no final de um plenário de todos os órgãos sociais.

A fonte do Benfica acrescentou que a decisão de requerer os bilhetes surgiu na sequência da conferência de imprensa de quinta-feira do treinador do FC Porto, na qual André Villas-Boas voltou a tecer críticas aos dirigentes encarnados.

"Depois de assistirmos, na conferência de imprensa de ontem, a mais uma manifestação de benfiquismo do senhor Villas-Boas - aliás, não há uma única conferência de imprensa em que este não fale do Benfica -, decidimos pedir os bilhetes e retribuir-lhe tamanho entusiasmo", afirmou a fonte.

A reação dos órgãos sociais do Benfica surgiu na sequência da visita da equipa lisboeta a Guimarães, encontro no qual o campeão português considerou ter sido prejudicado pelo árbitro Olegário Benquerença.

Recentemente, o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, reiterou esse apelo em carta dirigida aos sócios e esta é a primeira vez em que o clube da Luz pede os bilhetes a que regulamentarmente tem direito para um jogo fora de casa desde o início do boicote.

O Portimonense, próximo adversário dos campeões nacionais para a Liga, confirmou esta semana que o Benfica não requisitou qualquer ingresso para o jogo de 24 de outubro no Estádio do Algarve, o que já tinha acontecido na visita ao Marítimo, na sétima jornada da Liga.


Fonte: Record

Paulo Bento: "Não guardo mágoa, mas sim orgulho por ter representado o Sporting”


Paulo bento aproveitou a entrevista concedida a Judite Sousa, esta noite, na RTP1 para frisar, uma vez mais, que não sente nada para além de “orgulho” por ter passado pelo Sporting.

"Não guardo mágoa, mas sim orgulho por ter representado um grande clube como jogador e como treinador. Vejo a minha saída como um factor normal no futebol e não tenho qualquer tipo de mágoa", afirmou o técnico.

"O futebol português vive problemas em termos financeiros e mesmo assim consegue competir com grandes equipas. Para mim o mais importante tem a ver com a questão da Selecção Nacional. De há uns anos a esta partes estamos habituados a ver Portugal fazer boas figura nas grandes competições e é isso que temos de fazer. Estar no Euro'2012 e depois fazer boa figura. Para isso precisamos dos clubes portugueses e também dos internacionais com atletas portugueses", concluiu.


CRISTIANO RONALDO

Em relação ao capitão da selecção nacional, o seleccionador de Portugal assegurou que nada fez em relação a ele, que aliás esteve em evidência nos dois últimos jogos da Selecção Nacional. Paulo Bento apenas alertou para o facto que todo o peso de uma equipa não pode estar nos seus ombros.

«Não fiz nada de especial com Cristiano Ronaldo ou com os restantes jogadores. Convivi com ele no fim da minha carreira e quando ele estava a começar. Já nessa altura ele mostrava uma grande vontade para trabalhar», afirmou Paulo Bento, em entrevista à RTP.

O seleccionador criticou as exigências impostas a Cristiano Ronaldo na Selecção Nacional: «Desde que em 2004 foi lançado existia a ideia que ele podia resolver todos os problemas da Selecção. Nós apenas podemos pedir profissionalismos e liderança e é isso que peço a um dos melhores jogadores do mundo. Não me pareça justo que ele tenha de resolver tudo. Agora, numa boa organização ele pode ajudar a resolver.»

Fonte. A Bola e O Jogo

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Villas Boas repete mea culpa e acusa Benfica de não fazer o mesmo


André Villas Boas comentou pela primeira vez, de viva voz, as sua acções no final do V. Guimarães-FC Porto e as duras críticas ao árbitro Carlos Xistra. O técnico já tinha reconhecido em comunicado que se tinha enganado, mas esta quinta-feira foi mais longe.

«O que aconteceu em Guimarães? Há pouco a dizer, para mim o braço do Ruben Micael era o braço do Alex, todos tivemos a mesma ilusão no nosso banco, os jogadores em campo tiveram a mesma sensação. A minha insatisfação por isso revelou-se na expulsão do Fucile. No final falei de uma série de lances que me parecem de analisar e rever. Fora o penalty, há muita coisa para discutir, nesse sentido continuo à espera da abordagem aos lances, do nível de incisividade, atenção e culpabilização que será atribuída ou não à equipa de arbitragem», comentou, convidando assim Vítor Pereira a outra conferência de imprensa de análise à arbitragem.

O técnico não deixou cair o assunto, referindo que mesmo depois da análise de Vítor Pereira não houve da parte do Benfica o reconhecer de que algumas críticas foram infundadas: «O meu mea culpa pode ter pouco significado, mas parece-me insólito. Há gente que culpa, culpa, e depois é incapaz de fazer uma correcção. As pessoas que quiseram saber de lances à quinta jornada, fizeram críticas que motivaram a análise do presidente da Comissão de Arbitragem, e que se mostrou que estavam erradas, não os vi fazer mea culpa.»

Fonte: A Bola




3º Anel
por Simão Santana

Villas-Boas aprendeu rápido a maneira de estar no clube das Antas, o facto de conseguirem ou tentarem ficar sempre por cima por mais esmiuçado que esteja a sua ricularidade é a imagem de marca desse povo.
AVB teve a necessidade de falar do Benfica para dizer que ele é que era o bom, o "gentleman" (longe disso), mas no fundo ele tornou-se ainda mais rídiculo e o que mais me espanta não é ele ser ridículo, isso já eu sabia, o que me espanta é nenhum jornalista ter a coragem de lhe perguntar se ele não queria a repetição do jogo de Guimarães como disse que o Benfica devia fazer, então no final de contas não estamos na mesma situação? O Benfica sentia-se indignado com a arbitragem, mesmo depois de, segundo AVB, se ver que os encarnados não tinham razão. Ora o Porto está igualmente na mesma situação, já se provou, bem provado que não houve qualquer penalti (na área do Guimarães, porque na do Porto só faltou rasgar a camisola ao Edgar) e no entanto AVB continua na sua feroz batalha contra o que se passou nesse jogo. Então mister, não quer a repetição do encontro?

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Voltamos à carga!


Após a paragem das competições nacionais para os jogos da Selecção, eis que se inicia já este fim-de-semana com os jogos da 3ª eliminatória da Taça de Portugal, seguindo-se as competições europeias durante a semana e logo de seguida o campeonato.

Benfica, Porto e Sporting entram num fim de mês infernal, a pausa para os jogos de qualificação da selecção nacional, trouxeram ao calendário nacional e europeu alguma sobrecarga de jogos. Apesar deste primeiro fim-de-semana os adversários nem serem os mais difíceis, o Porto recebe o Limianos e Sporting desloca-se ao Estoril e o Benfica recebe o Arouca.

No entanto a partir de Terça-feira (19 de Outubro) o calendário aperta e de que maneira, jogos europeus e de seguida re-inicio do campeonato que culmina com o Porto - Benfica a 7 de Novembro.

Eis o que espera os três grandes até ao fim-do-mês:

Porto:
-Limianos(c) 16/Out - Taça de Portugal
- Besiktas(f) 21/10 - Liga Europa
-Leiria(c) 25/Out - Liga Zon Sagres
-Académica(f) 30/Out - Liga Zon Sagres
-Besiktas(c) 4/Nov - Liga Europa
-Benfica(c) 7/Nov - Liga Zon Sagres

Sporting:
- Estoril(f) 16/Out - Taça de Portugal
- Gent(c) 21/Out - Liga Europa
- Rio Ave(c) 24/Out - Liga Zon Sagres
- Leiria(f) 31/Out - Liga Zon Sagres
- Gent(f) 4/Nov - Liga Europa
- Guimarães(c) 8/Nov - Liga Zon Sagres

Benfica:
- Arouca(c) 16/Out - Taça de Portugal
- Lyon(f) 20/Out - Liga dos Campeões
- Portimonense(f) 24/Out - Liga Zon Sagres
- P. Ferreira(c) 29/Out - Liga Zon Sagres
- Lyon(c) 2/Nov - Liga dos Campeões
- Porto(f) 7/Nov - Liga Zon Sagres

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Portugal vence (3-1) na Islândia


Golos de Ronaldo (3') e Raúl Meireles aos (28') ainda na primeira parte e de Postiga (72') selaram vitória importante de Portugal na Islândia por 1-3.

Com este triunfo a equipa nacional fica apenas a dois pontos da líder, Noruega que neste momento se apresenta com menos um jogo (3). Portugal só volta agora a jogar em termos oficiais daqui a 8 meses, precisamente contra os noruegueses, mas aí já em igualdade de jogos disputados.

O jogo começou bem para a equipa lusa com um golo logo ao 3º minuto num livre marcado por Cristiano Ronaldo, que deixou batido o guarda-redes islandês. A selecção conseguiu dominar sempre a partida, mas voltou a demonstrar algumas dificuldades nos lances defensivos, nomeadamente nos lances de bola parada, de onde voltou a sofrer um golo, de canto, obtido ao minuto 18 por Helguson, num lance em que depois do cabeceamento do avançado, Eduardo não reagiu da melhor maneira sobre a linha de golo, Raul Meireles ainda tentou evitar o pior pontapeando o esférico para fora da baliza, no entanto o árbitro assinalou o tento de imediato. Não existe nenhuma imagem televisiva que tira as dúvidas, apesar disso fica a sensação que a bola entrou mesmo.

Portugal voltou a carga e através do médio do Liverpool, Raul Meireles, chegou ao segundo golo, num potente remate, cruzado, fora da área que deixou o guarda-redes Gunleifsson pregado ao chão.
No segundo tempo a equipa das quinas continuou a pressionar bem, a jogar bom futebol, com Cristiano Ronaldo em grande plano e numa iniciativa do 7 português conseguiu o golo da tranquilidade, marcado por Postiga após cruzamento curto dentro da área de CR7 e onde ficaram claras responsabilidades para o guardião da equipa da casa.

Triunfo importante e que deixa boas perspectivas, pelo menos para o apuramento para o play-off de acesso ao Euro-2012.

Islândia - Portugal




Portugal joga hoje uma cartada decisiva para a sua corrida por um lugar de acesso ao Polónia e Ucrânia 2012!

Depois de ceder 5 pontos nas duas primeiras jornadas diante da modesta selecção do Chipre e da concorrente Noruega, a equipa de todos nós venceu a outra candidata no Dragão por claros 3-1 e prepara-se agora para virar de vês a página dos maus resultados e exibições, diante da Islândia. Paulo Bento já mudou alguma coisa e quer consumar isso mesmo hoje!

Pelas 20h45 na RTP 1, Portugal vs Islândia em directo.

Força Portugal!

Atlético Madrid quer Salvio em Janeiro


O empréstimo de Salvio ao Benfica não está a correr de acordo com as expectativas do jogador argentino. O atleta rumou a Lisboa, no início da temporada, para jogar uma época de águia ao peito, cedido pelo Atlético Madrid.

O excesso de extra-comunitários que os colchoneros tinham obrigou o clube a dispensar um. A escolha seria entre Salvio e Diego Costa. Recaiu em Toto. Chegou aos encarnados com o objectivo de jogar muitos minutos, expectativa que ainda não cumpriu. Disputou apenas 4 jogos esta temporada: 3 na Liga Zon Sagres e 1 na Liga dos Campeões. Ao todo cumpriu 107 minutos.

Se a situação não mudar, os colchoneros consideram a hipótese de recuperar o jogador em Janeiro. Tudo estaria dependente da naturalização de Kun Agüero ou Godín. Se algum dos dois obtiver a dupla nacionalidade antes do mercado de inverno, abre uma vaga no plantel para o regresso do argentino.

Um dos principais obstáculos que Salvio tem encontrado na Luz é a concorrência. Carlos Martins, Cardozo e Saviola têm confiança plena por parte do técnico encarnado, Jorge Jesus, o que tem impedido o argentino de entrar no "11" com regularidade, principalmente depois da lesão que sofreu e que o fez perder o lugar na equipa inicial.


Fonte: Record