segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Bock: eterno capitão e goleador


Por diversas vezes rei dos goleadores tanto na Liga de Honra como na 2.ª Divisão e até nos escalões de formação ao serviço do FC Porto, Bock continua a ser, aos 36 anos, uma referência entre os tão raros goleadores portugueses. E por falar em goleadores, o avançado do Freamunde aproveita a conversa com A BOLA para enviar um abraço ao grande amigo... Nuno Gomes.

Recentemente, o avançado do Freamunde foi distinguido pelo Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol como o melhor futebolista do mês de Novembro na Liga Orangina, prémio que o deixou muito orgulhoso:

«É uma forma de reconhecimento do trabalho e fiquei muito feliz quando soube. Curiosamente, o prémio da Liga foi para o João Tomás, que tem 35 anos, ou seja, isto só mostra que a idade no futebol não conta.»

Não, a alcunha nada tem a ver com... cerveja

Fernando Jorge Tavares de Oliveira herdou a alcunha de Bock pelo pai, que também foi avançado e actuou noutros campeonatos e não deixa de brincar com o ‘nome de guerra’: «É engraçado porque parece marca de cerveja, mas nem gosto de bebidas alcoólicas, nunca bebi uma na minha vida. Não critico quem o faça, mas para ser sincero, eu nunca gostei.»

O capitão do Freamunde não perspectiva o final da carreira e explica a força da sua ambição e vontade de jogar futebol: «Sou um apaixonado por este desporto, pela minha profissão e pelo clube que represento. Além disso, tenho uma vida estável com a minha esposa e duas filhas e sinto-me feliz a fazer o que faço. Não faço planos de pendurar as chuteiras e acho que esta longevidade vem do facto de sempre ter levado uma vida regrada, sem álcool nem tabaco.»

Passado o Natal, Bock olha para 2011, deixa uma mensagem aos leitores de A BOLA e um abraço com destinatário muito especial, o capitão do Benfica, Nuno Gomes:

«Desejo um novo ano muito feliz, com paz e saúde para todos os portugueses, adeptos de futebol e leitores de A BOLA. Quero ainda aproveitar esta oportunidade para dizer ao meu grande amigo Nuno Gomes, que está a atravessar uma fase difícil na sua vida, com o falecimento do pai e poucas oportunidades para jogar, que é um campeão, um grande homem, profissional e futebolista e espero que continue de águia ao peito por muitos bons anos.»

Fonte: A Bola

domingo, 26 de dezembro de 2010

Académica aponta a Ulisses Morais


Hoje poderá ser conhecido o sucessor de Jorge Costa no comando dos estudantes. Se uma das primeiras escolhas poderia passar por Carlos Carvalhal, que não se mostrou disponível, a Académica virou agulhas para Leonardo Jardim, treinador do Beira-Mar, mas com idêntico resultado: indisponibilidade.

É nesta fase que começam a ser colocadas as hipóteses Lito Vidigal e Ulisses Morais, nomes em cima da mesa, que, para já, estão na linha da frente para suceder a Jorge Costa. Porém, sabe A BOLA, não está colocada de parte uma surpresa.

No caso de Ulisses Morais, o treinador tem aguardado pacientemente o regresso ao activo. Assim, um convite da Académica seria recebido com agrado, dado que se trata de um clube histórico, carregado de simbolismo. Nesse sentido, um acordo podia ser uma possibilidade relativamente fácil de se concretizar.

Relativamente a Lito Vidigal, o caso não é diferente, pois o treinador ainda não recebeu nenhuma proposta, continuando assim a aguardar por um contacto.

Pedro Miguel sugerido
Além destes dois nomes existem outros que não podem ser colocados de parte. Os dirigentes da Briosa também estão atentos a alternativas mais jovens, eventualmente a trabalharem em divisões secundárias, e nesse sentido, um dos nomes sugeridos ao presidente José Eduardo Simões é o de Pedro Miguel, treinador do Oliveirense, da Liga de Honra. Com 43 anos, e depois de ter estado a lutar pela subida ao principal escalão na época passada, o treinador tem vindo a demonstrar valor e qualidade suficientes para outros patamares.

Fonte: A Bola

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Pinto da Costa elogia «para dividir a família benfiquista», diz Jesus


O treinador do Benfica desvaloriza os recentes elogios feitos pelo presidente do FC Porto. Jorge Jesus entende que as palavras de Pinto da Costa só serviram para tentar dividir a família encarnada.

«Esses elogios só servem para dividir a família benfiquista, mas os nossos sócios são inteligentes e percebem isso perfeitamente», afirmou Jorge Jesus, que falava à margem da visita à Casa Acreditar, em Lisboa.

Fonte: A Bola

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Nolito (Barcelona) vai assinar pelo Benfica


Manuel Agudo Durán, mais conhecido por Nolito, será jogador do Benfica para as próximas quatro épocas, adianta o jornal espanhol «Marca» na edição que vai hoje para as bancas mas cuja notícia foi divulgada ontem na plataforma online do jornal madrileno, por volta da meia-noite, confirmando o cenário adiantado por A BOLA a 12 de Novembro.

Nolito será o primeiro reforço para 2011/12, porque apesar de ainda permanecer no Barcelona B até ao final da temporada, ficará livre de assinar por outro clube a partir de 1 de Janeiro, a custo zero, uma vez que termina contrato com os catalães. Nunca quis renovar porque entende ser difícil jogar na principal devido à exigente concorrência.

O Benfica será o primeiro clube estrangeiro do extremo de 24 anos.

Fonte: A Bola

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

José Couceiro, novo director geral do futebol do Sporting


O Sporting anunciou esta noite a contratação de José Couceiro para o cargo de director-geral do futebol.

A SAD do Sporting informou a CMVM, através de comunicado, que José Couceiro iniciará funções em Alvalade no dia 1 de Janeiro.

De acordo com o texto do comunicado, que não refere mais nenhuma mexida na estrutura, José Couceiro assumirá a gestão de toda a estrutura do futebol.

Leia o comunicado na íntegra:

«Nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248º, nº1 al. a) do Código dos Valores Mobiliários, a SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD, vem informar a contratação do Senhor José Peyroteo Couceiro para o cargo de Director – Geral do Futebol desta Sociedade, a partir do dia 1 de Janeiro de 2011.

O Senhor José Peyroteo Couceiro assumirá a responsabilidade da gestão de toda a estrutura do futebol da Sociedade, assegurando a coordenação do Futebol Profissional e do Futebol de Formação, reportando ao Conselho de Administração.

Lisboa, 21 de Dezembro de 2010»


Fonte: A Bola

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Jorge Costa demite-se e abandona o futebol


Jorge Costa disse em comunicado no site da Académica, que os motivos que o levam a deixar a actividade profissional que mais o realiza são pessoais, sublinhando: "Não deixo apenas de ser treinador da Académica, deixo de ser treinador de futebol."

Recorde-se que Jorge Costa pediu a demissão na segunda-feira, e esta foi aceite pela direção do clube.

Leia aqui o comunicado na integra:

"É difícil esta missão de me dirigir a vós neste momento. Não são muitas as palavras que terei a dizer para justificar esta minha decisão, mas sinto o dever de vos deixar uma mensagem de despedida, tantos foram os bons momentos que passei em Coimbra.

Antes de mais, quero dizer-vos que não estou a deixar a Académica. Estou a deixar o futebol.

Por motivos estritamente pessoais que não me permitem continuar a atividade profissional que mais me realiza, hoje anuncio com grande tristeza que deixarei de treinar equipas de futebol. Não deixo apenas de ser treinador da Académica, deixo de ser treinador de futebol.

Neste momento, quero registar o orgulho pelo desempenho desportivo da minha equipa, o qual tenho de agradecer aos meus jogadores e aos restantes membros da equipa técnica, que sempre me apoiaram, compreenderam e potenciaram o meu trabalho. A todos eles desejo as maiores felicidades pessoais e profissionais.

Não posso deixar de pedir desculpa ao presidente da Académica, dirigentes, equipa técnica, jogadores e demais funcionários. Aos sócios e aos adeptos... Para com todos eles fico em dívida, uma dívida que jamais poderei saldar.

Por fim, quero registar o grande privilégio que foi para mim treinar a Académica. Num momento difícil como este, dá-me um certo conforto saber que treinei este clube e guardarei para sempre todos os bons momentos que me proporcionaram."

Morreu Pôncio Monteiro


Pôncio Monteiro morreu, esta terça-feira, no Hospital de Santo António, no Porto, onde se encontrava internado desde a passada sexta-feira, depois de ter sido encontrado inanimado em sua casa, vítima de AVC.

Com 70 anos, Pôncio Monteiro era figura incontornável do FC Porto, sendo actualmente membro do Conselho Superior do FC Porto, depois de ter sido vice-presidente de Pinto da Costa em dois mandatos. Além disso foi também «vice» da Federação Portuguesa de Futebol.

O dirigente já em 2006 tinha passado por complicações cardíacas, mas recuperou a ponto de voltar à sua actividade normal, nomeadamente como comentador televisivo.

Fonte: A Bola

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

FC Porto fecha 2010 com goleada




O líder FC Porto venceu hoje por 3-0 na difícil deslocação a Paços de Ferreira. Os azuis-e-brancos despedem-se de 2010 com uma confortável vantagem de 8 pontos sobre o seu mais directo perseguidor, o Benfica. Otamendi (11’), Hulk (90+1’) e Walter (90+4’), construíram o 12.º triunfo portista da época.

O Paços ameaçara quebrar a invencibilidade do FC Porto no campeonato, o que levou André Villas-Boas a exigir o máximo empenho e concentração aos seus jogadores. E a verdade é que o Dragão entrou na partida a todo o gás, encostando os castores às cordas e criando várias situações de perigo. Aos 11 minutos, Hulk cobra um livre na direita e o central argentino Otamendi aparece solto ao segundo poste, cabeceando para o fundo das redes da baliza de Cássio.

Depois de 45 minutos de grande intensidade, o FC Porto baixou o ritmo no segundo tempo e permitiu a reacção do Paços de Ferreira. Valeu a atenção de Helton e a ineficácia dos locais.

Aos 90+1’, Artur Soares Dias viu (mal) uma mão de David Simão dentro da área e assinalou grande penalidade. O brasileiro Hulk não desperdiçou a oportunidade e aumentou para 13 o número de golos na Liga portuguesa. Houve ainda tempo para o golo de Walter, que aproveitou um cruzamento rasteiro de Hulk para fixar o resultado final.

Fonte: Correio da Manhã

domingo, 19 de dezembro de 2010

Super Beira-Mar derrota Guimarães (3-2)


Um jogo emotivo do inicio ao fim, foi o que se assistiu em Aveiro onde o Beira-Mar recebeu e venceu na noite de ontem o Vitória minhoto.

Logo aos 16 minutos os aveirenses abriram a contagem num excelente lance de bola parada protagonizada por Renan - que cruza rasteiro para dentro da área - e Leandro Tatu - que se antecipa ao seu opositor directo - fazendo assim o primeiro golo.

O Beira-Mar acabou por segurar toda a primeira parte, apesar de algumas fortes investidas da equipa de Manuel Machado, no segundo tempo o Vitória veio ainda mais agressivo e após um primeiro golo irregular - o homem que assiste Edgar Silva estava fora-de-jogo - os homens do Vitória apanharam um Beira-Mar atormentado pelo golo e marcaram de seguida o segundo por Pereirinha.

Quando já se pensava que este ia ser o resultado final, eis que Leonardo Jardim lança Wang Gang (minuto 77), abre o jogo pressiona alto e consegue chegar à vitória com dois golos de Wilson Eduardo (minutos 84 e 88).

Um excelente jogo em Aveiro, marcado ainda por duas expulsões, a primeira de Edson Sitta ao minuto 82, duplo amarelo justo e a segunda já em tempo de compensação mostrado a João Alves após agressão.

sábado, 18 de dezembro de 2010

Benfica goleia (5-2) Rio Ave em noite argentina



O Benfica venceu o Rio Ave e celebrou o Natal com os seus adeptos numa festa marcada pelos ritmos argentinos. Aimar, Saviola (2) e Salvio (2) fizeram os golos que garantiram a vitória das águias na despedida da liga em 2010/11.

Foi logo aos cinco minutos que o Benfica – desta vez sem Carlos Martins no onze e no banco – se colocou em vantagem, através de Aimar. Três minutos depois (e já após golo anulado a Saviola) chegou o 2-0, através de Saviola.

A vencer desde muito cedo, o Benfica abrandou, em grande parte por mérito também do Rio Ave, que procurou o golo. Conseguiu-o através de João Tomás, já em cima do intervalo.

À entrada da segunda-parte, voltou o Benfica a carregar no acelerador. Saviola, aos 52, bisou e praticamente resolveu o jogo, após mais uma grande jogada de Salvio, estrela brilhante na tarde encarnada. O próprio Salvio, aliás, acabou por marcar, fazendo o 4-1, aos 62 minutos.

João Tomás ainda reduziu para o Rio Ave, na conversão de uma grande penalidade (71 minutos), mas foi de Salvio, aos 74, o golo da tarde: o argentino recebeu a bola à entrada da área e cabeceou em chapéu a Paulo Santos.

O quinto golo matou o jogo mas não tirou a inspiração a Salvio, que já nos cinco minutos finais fez um chapéu que só não deu golo porque a bola embateu na barra.

Com esta vitória o Benfica reduziu para cinco pontos a diferença para o FC Porto, líder do campeonato, mas os dragões têm menos um jogo – defrontam o Paços de Ferreira este domingo.

Fonte: A Bola

Mariano está garantido como «reforço» em Janeiro



Mariano González vai «voltar à vida». O médio argentino, que passou o defeso a recuperar de uma lesão grave, não foi inscrito nas provas oficiais, mas vai estar apto a jogar já no encontro com o Marítimo.

A garantia deu-a Villas Boas, que destinou elogios ao homem e ao futebolista.

Na ceia de Natal dos dragões, Mariano deu conta dos seus desejos de ainda ajudar este plantel a conquistar títulos. A disponibilidade do jogador é absoluta, não pensa em sair, está mortinho por voltar a mostrar-se nos jogos dos portistas... O treinador comentou ontem estes desejos do futebolista, um dos capitães da equipa:

«Conto com ele, obviamente que conto com ele. Não vou conseguir inscrevê-lo para o primeiro jogo de Janeiro (dia 2, com o Nacional) por questões burocráticas, mas já estará em condições de actuar no jogo seguinte, com o Marítimo».

Ninguém duvida da dedicação do futebolista e da importância que ele tem no balneário... Nem o treinador! «O Mariano é fundamental como capitão, que já vem da época passada, é um líder como homem e como futebolista. Os outros companheiros olham para ele como um líder, e ele sente-se como tal. É bom que se sinta assim, porque o Mariano é um homem exemplar e que reflecte toda uma imagem de positivismo dentro do clube».

André Villas Boas foi ainda confrontado com o facto de ter apenas dois pontas-de-lança, falou-se até em Kléber. A resposta saiu pronta: «Não temos necessidade, até porque o Hulk também faz esse lugar, tal como o Cristian e mesmo o Mariano, embora com características diferentes e posições diferentes na área. Se assim não fosse, não tínhamos fechado o plantel».

Fonte: A Bola

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Sorteio da Liga Europa: conheça a sorte dos portugueses


Com os 12 jogos desta quinta-feira ficaram definidas as três derradeiras vagas nos 16 avos-de-final da Liga Europa. O sorteio é realizado ao final da manhã desta sexta-feira, em Nyon (Suíça), com quatro representantes portugueses: Benfica, FC Porto, Sporting e SC Braga.

FC Porto e Sporting, como primeiros classificados nos respectivos grupos, têm já têm já garantido o estatuto de cabeça-de-série no sorteio, pelo que poderão encontrar qualquer das equipas sem esse estatuto (excepção feita ao Benfica e aos segundos classificados dos seus grupos, ou seja Lille (no caso do Sporting) e Besiktas (no caso do FC Porto).

Já o SC Braga ganhou o estatuto de cabeça-de-série por terem sido dos melhores terceiros classificados da fase de grupos da Liga dos Campeões, tendo então como potenciais adversários 15 dos 16 clubes sem esse estatuto.

O clube da Luz, que tal como o SC Braga entra nesta prova proveniente da Liga dos Campeões, terá então tarefa mais complicada na teoria, pois vai defrontar um cabeça-de-série, além de ter de jogar primeiro em «casa».

Eis então os dois lotes para o sorteio:

Cabeças de série:
Sporting (Portugal)
FC Porto (Portugal)
SC Braga (Portugal)
Leverkusen (Alemanha)
CSKA Moscovo (Rússia)
Zenit (Rússia)
Estugarda (Alemanha)
Liverpool (Inglaterra)
Spartak Moscovo (Rússia)
Ajax (Holanda)
Twente (Holanda)
Manchester City (Inglaterra)
Villarreal (Espanha)
Dínamo Kiev (Ucrânia)
PSV Eindhoven (Holanda)
PSG (França)

Não cabeças-de-série:
Benfica (Portugal)
Sparta Praga (Rep. Checa)
Young Boys (Suíça)
Besiktas (Turquia)
Rubin Kazan (Rússia)
Basileia (Suíça)
Glasgow Rangers (Escócia)
Lech Poznan (Polónia)
Aris (Grécia)
Lille (França)
PAOK (Grécia)
BATE Borisov (Bielorrússia)
Anderlecht (Bélgica)
Metalist Kharkiv (Ucrânia)
Sevilha (Espanha)
Nápoles (Itália)

Leão já qualificado perde na Bulgária (0-1)


O Sporting perdeu esta quinta-feira, por 0-1, na Bulgária, frente ao Levski Sófia, na 6.ª e última jornada do grupo C da Liga Europa.

Num jogo sem motivos de interesse, uma vez que o Sporting já estava qualificado e o Levski fora das competições europeias, e sob temperaturas negativas, os leões voltaram a deixar pálida imagem na Europa, depois da derrota frente ao Gent (1-3) na 4.ª jornada.

O Levski Sófia, na única oportunidade de golo na 1.ª parte, inaugurou o marcador, já em cima do intervalo, quando Dembelé, sobre a esquerda, conseguiu ultrapassar Nuno Adnré Coelho e cruzar atrasado para Mladenov.

Na segunda parte Paulo Sérgio mexeu, oscilou entre o 4x3x3 e o 4x4x2, terminou mesmo o jogo com apenas três defesas, com Cedric integrado no meio-campo, mas nem assim o Sporting conseguiu chegar à igualdade.

O Levski foi mesmo a equipa com as melhores oportunidades de golo, numa exibição inspirada de Dembelé. Do lado do Sporting, Saleiro ainda teve nos pés uma ocasião flagrante mas, já com pouco ângulo, atirou ao lado.

Fonte: A Bola

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Meio gás chega para o dragão largar chama


Mais uma vitória do Porto rumo ao recorde de 34 jogos sem perder de José Mourinho.

A equipa de André Villas-Boas venceu o CSKA Sófia por 3-1 na última jornada da fase de grupos da Liga Europa.

Num jogo apenas para cumprir calendário - com o Porto já apurado e o CSKA já eliminado - Otamendi, Rúben Micael e James Rodriguez marcaram os golos de uma noite sem grande motivo para ir ao estádio.

A primeira parte pautou-se por um ritmo de jogo lento e nem sempre bem jogado, ainda assim à passagem dos primeiros 20 minutos Otamendi após jogada de insistência portista enviou a bola para o fundo das redes.

Na etapa complementar o jogo tornou-se mais mexido, muito por culpa do golo ao minuto 47 de Delev, após erro de Maicon que deixou a bola à mercê do ponta-de-lança que de pronto fuzilou Hélton.

No entanto o empate só durou 7 minutos, após livre de Belluschi a bola ressalta dentro da área num jogador búlgaro e Rúben Micael encostou para o 2-1, já perto do final da partida James fechou as contas do jogo com um remate cruzado também dentro da área.

De relembrar ainda que após o 2-1 Falcão falhou um penalti acabando por ser substituído no minuto seguinte por troca com Hulk. O sorteio da prózima fase da Liga Europa realiza-se sexta-feira e onde os dragões serão cabeças de série.

FC Porto-Pinhalnovense nos quartos


O FC Porto vai receber o Pinhalnovense nos quartos-de-final da Taça de Portugal, ditou hoje o sorteio condicionado pelos jogos que se encontram por definir.

Depois de deixarem o Juventude de Évora pelo caminho, os azuis e brancos, detentores do troféu, voltam a jogar em casa e com uma equipa da 2.ª Divisão. O Pinhalnovense chega pelo segundo ano consecutivo aos quartos-de-final da prova “rainha” do futebol português, tendo na última eliminatória afastado o Leixões na decisão pela marcação das grandes penalidades.

O Rio Ave vai receber o vencedor do Benfica-Olhanense, jogo em atraso da 5.ª eliminatória que está agendado para 5 de Janeiro.

O Vitória de Setúbal, carrasco do Sporting nos oitavos-de-final, vai jogar fora com o vencedor dos jogos Académica/Bombarralense-Louletano/União.

Também fora, o Vitória de Guimarães vai defrontar o vencedor dos jogos Merelinense/Cova da Piedade-Gondomar/Varzim-Ribeirão.

Os encontros dos quartos-de-final disputam-se a 12 de Janeiro.

Fonte: A Bola

Costinha: «Um dia mostro papel sobre os tempos de Sousa Cintra»


Águas agitadas entre Costinha e Sousa Cintra. À partida para Sófia, o diretor do futebol dos leões aconselhou o antigo presidente a meter-se "na sua vida".

O antigo líder do Sporting Sousa Cintra responsabilizou Costinha pelo atual momento do clube de Alvalade. Para o ex-dirigente, o responsável pelo futebol do Sporting é culpado devido à sua política de contratações e dispensas que se revelou um fracasso.

"Tem grandes responsabilidades no atual momento da equipa", disse Sousa Cintra à Rádio Renascença.

Na resposta, Costinha, momentos antes da partida para a Bulgária, prometeu aos jornalistas mostrar, atempadamente, "um papel sobre os tempos de Sousa Cintra" e ainda atirou: "Meta-se na sua vida".


Fonte: Record

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Luisão falha Rio Ave e Javi García em dúvida


O defesa Luisão é baixa confirmada para a recepção ao Rio Ave, do próximo sábado (17 horas). Já o médio Javi García está em dúvida.

Luisão contraiu uma lesão muscular na face posterior da coxa direita no jogo com o SC Braga, da Taça de Portugal e não vai jogar com a equipa vila-condense. O internacional brasileiro fez tratamento hoje, mas será opção com o Marítimo, a 2 de Janeiro, para a Taça da Liga.

Javi García tem um traumatismo no joelho esquerdo e ficou pelo trabalho de ginásio. Só nos próximos dias se saberá se o espanhol pode defrontar o Rio Ave.

Amanhã, o Benfica treina às 10.30 horas, no Seixal, à porta fechada. Às 13 horas, no pavilhão da Luz, realiza-se o habitual almoço de Natal, com todos os funcionários do clube. Às 20 horas, o plantel junta-se no Circo Chen, junto à antiga Feira Popular, em Lisboa, em mais um convívio natalício.

Fonte: A Bola

Yellow boys ajudam necessitados


A claque do Paços de Ferreira vai realizar na tarde do encontro com o FC Porto, agendado para domingo, uma recolha de alimentos e roupas no Estádio da Mata Real.

Os Yellow Boys aguardam a colaboração dos adeptos das duas equipas e do público em geral, uma vez que está é uma acção dedicada aos mais necessitados.

Roupas e alimentos recolhidos serão antes do dia de Natal distribuídos por instituições de solidariedade da região.

Fonte: A Bola

Santana continua em equação


O argentino Mario Santana é uma possibilidade a ter em conta para o reforço da equipa na próxima época, mas as negociações com vista à sua aquisição a custo zero só podem avançar em janeiro. Daí que todas as partes joguem à defesa nos comentários, ficando apenas claro que o futuro do ala-direito já não passará por Florença.

Isso mesmo nos disse Marcelo Serafini, agente mandatado para o representar na Europa. “A possibilidade FC Porto existe, mas nesta fase surge mais como especulação. Não há nada de oficial. Aliás, nem poderia haver se a intenção passar por uma contratação a custo zero, aproveitando o termo do seu contrato”, afirmou este empresário.

Santana, de 28 anos, tem voltado às opções do conjunto viola e até marcou um golo na última jornada (derrota com a Udinese), mas é ponto assente que está de saída e a Fiorentina até tentará aproveitar a janela de transferências de janeiro.

“A intenção deles passa por aí, na perspetiva de ainda fazer algum encaixe com o jogador. Existem contactos, naturalmente, mas ainda estamos a avaliar. Não é provável que venha a sair já no próximo mês”, indicou Marcelo Serafini.

O perfil de Santana não se enquadra propriamente na política de contratações da SAD, mas não há regra sem exceção. Internacional e experiente, é uma solução a ter em conta para as alas ofensivas, que podem sofrer grandes alterações na próxima temporada. Hulk tem muito mercado, Rodríguez é para negociar e Mariano González está de saída. Face a este quadro, as abordagens ao mercado privilegiam esta posição, pelo que o nome de Santana é apenas um dos que está a ser tido em conta.

Fonte: Record

Liedson falha desafio com Levski


O avançado luso-brasileiro Liedson não está entre os convocados do Sporting para o jogo, de quarta-feira, frente ao Levski de Sófia, para a Liga Europa.

Os médios Pedro Mendes e Matías, lesionados, também ficam de fora. Enquanto, o guarda-redes Tiago e o defesas Nuno André Coelho e Cedric estão de volta aos convocados do técnico Paulo Sérgio.

A comitiva do Sporting parte às 15 horas de terça-feira para Sófia, onde deverá chegar às 20.50 horas.

Fonte: A Bola

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Ingleses colocam Santa Cruz na mira do Benfica


A imprensa inglesa diz que o ponta-de-lança Roque Santa Cruz, que veste a camisola do Manchester City, pode estar nos planos do Benfica para Janeiro. O paraguaio tem sido pouco utilizado por Mancini e é considerado dispensável.

Os ingleses chegam mesmo ao ponto de colocarem o Benfica como o favorito para adquirir o jogador, falando numa quantia a rondar os 9,5 milhões de euros.

A acontecer o negócio, o Benfica juntava no ataque dois dos melhores pontas-de-lança do Paraguai, Óscar Cardozo e Roque Santa Cruz.

Fonte: A Bola

domingo, 12 de dezembro de 2010

«Jogadores estão ansiosos pelo que se diz do treinador» - Jesus


Jorge Jesus sente a equipa ansiosa por tudo o que tem sido dito a respeito do treinador. Sobre o jogo com o SC Braga, sublinha que «o grande objectivo foi conquistado».

«A vitória era o grande objectivo. Defrontámos uma equipa forte, que fez um campeonato brilhante na última época e tinha na Taça um grande objectivo. Vencemos justamente. Fizemos dois golos e tivemos mais algumas oportunidades. O grande objectivo foi conquistado», disse Jorge Jesus, em declarações à Sport TV, observando que «era fundamental marcar primeiro para ganhar a eliminatória».

«O que se tem falado sobre o treinador transmite alguma segurança à equipa, os jogadores estão ansiosos. Estão com o treinador e tudo isto mexe com eles», referiu.

Por fim, uma palavra de agradecimento aos adeptos: «Apoiaram sempre e tranquilizaram a equipa».

Fonte: A Bola

Benfica está nos oitavos da Taça após derrotar Braga (2-0)


O Benfica venceu o Sporting de Braga, por 2-0, com golos de Saviola e Pablo Aimar, numa partida muito equilibrada. Com esta vitória, os encarnados qualificaram-se para os oitavos-de-final da Taça de Portugal, nos quais irão defrontar o Olhanense.

O jogo foi dominado pelo conjunto de Jorge Jesus, apesar de o Braga ter dado bastante réplica durante quase toda a partida.
Após falhar várias oportunidades (poucas mas flagrantes), o Benfica chegou à vantagem por Javier Saviola, num lance de bola parada. Na sequência de um lançamento de linha lateral, marcado por Maxi Pereira, o trinco Javi Garcia conseguiu elevar-se à defesa bracarense e assistir o argentino para o primeiro golo.

A equipa encarnada continuou mais forte, mas sentiu sempre muitas dificuldades para ultrapassar a boa estrutura montada por Domingos Paciência.

No segundo tempo, o Benfica tentou resolver o jogo cedo, mas as oportunidades de que dispôs, principalmente por Cardozo, não foram aproveitadas. Artur, o guarda-redes adversário, também esteve sempre seguro.

Bem perto do fim do jogo, após um canto, Alan cabeceou forte e quase surpreendia Júlio César, que fez a defesa da noite, mesmo em cima da linha de golo.

No lance seguinte, o Benfica mata o jogo, por Aimar. Salvio isola-se pela direita e remata ao poste direito da baliza de Artur, a bola sobra para a pequena área e é aliviada pela defesa brancarense. Porém, na recarga, Artur volta a estar em grande com uma boa defesa, mas já não consegue evitar o cabeceamento certeiro de Aimar.

O resultado justo acabou por ser justo, pelas oportunidades de que o Benfica dispôs.

Fonte: A Bola

Vieira anuncia fim do boicote aos jogos fora


Luís Filipe Vieira anunciou este sábado, em carta dirigida aos presidentes das Casas, filiais e delegações do Benfica, o fim do boicote aos jogos fora. Apelos da família benfiquista mas também de outros clubes motivaram a decisão do presidente dos encarnados, avalizada pelos órgãos sociais do clube.

«Fui alvo, ao longo dos últimos meses, de muitos apelos, de pessoas singulares e de várias Casas do Benfica e até de Clubes. Fui sensível a esses apelos e levei o assunto ao plenário de órgãos sociais que ontem [sexta-feira] se realizou, tendo sido decidido que - independentemente da razão que nos assiste - é tempo de retirar o apelo ao boicote e continuar a acreditar na equipa campeã nacional. Juntos, como sempre, e determinados como nunca, vamos ultrapassar todos os obstáculos», escreve Vieira.

«Vencemos o desafio que tínhamos proposto», defende, sublinhando que «nem mesmo o facto de muitos benfiquistas se terem deslocado aos estádios do Algarve e de Aveiro pode ser visto como um sinal de fraqueza, mas antes um sinal da nossa força».


«Partilho do desencanto dos benfiquistas»

Na missiva que dirige aos representantes locais do Benfica, Luís Filipe Vieira diz compreender o «desencanto» com «o percurso acidentado» da equipa orientada por Jorge Jesus, mas lembra que decisões «a quente» ou seguir pelo «caminho mais fácil» podem originar os «maiores problemas».

«Quem não tem memória arrisca-se a ser ingrato, e há uma coisa que este clube não pode perder, a sua memória e a sua gratidão a todos os que contribuíram para engrandecer a nossa história. Sei do desencanto dos benfiquistas. Partilho desse desencanto, lamento o percurso acidentado que temos vivido, mas estou certo de que os primeiros a lamentá-lo são os nossos jogadores e a nossa equipa técnica. De uma coisa tenho a certeza: nunca devemos cair na tentação de reagir a quente, ou escolher o caminho mais fácil, porque o caminho mais fácil, muitas vezes, é aquele que nos leva aos maiores problemas», alerta.


Eis o conteúdo da carta de Luís Filipe Vieira:

«A minha última carta aos Sócios, em que transmitia o meu entendimento e reforçava o meu apoio às decisões tomadas no plenário de órgãos sociais, reunido no mês de Setembro, provocou um conjunto vasto de reacções, sinal positivo e o melhor indicador do incómodo provocado pela decisão então assumida. Quero, por isso, começar esta carta por agradecer aos milhares de Sócios e adeptos que podendo ter-se deslocado a jogos que a equipa realizou fora de portas, não o fizeram, porque perceberam que a força do Benfica está na união e que, situações graves exigem medidas excepcionais.

Demonstrámos, durante este tempo, a nossa força, o valor das nossas convicções e, por muito que alguns teimem em não querer ver que em estádios de 30 mil lugares, a lotação não chegou a metade da sua capacidade, não é por isso que deixámos de ter razão. Vencemos o desafio que tínhamos proposto. E, nem mesmo, o facto de muitos benfiquistas se terem deslocado aos estádios do Algarve e de Aveiro, pode ser visto como um sinal de fraqueza, mas antes um sinal da nossa força. Neste clube a unanimidade não se alcança - como em outros clubes - pela intimidação daqueles que discordam. A grandeza deste clube resultou, exactamente, de termos sempre sabido construir a nossa história na diversidade e na possibilidade de todos se exprimirem livremente. É isso que nos diferencia e é isso que nos engrandece!

Todos aqueles que foram a Faro ou a Aveiro partilham da mesma vontade e da mesma convicção dos muitos milhares de benfiquistas que decidiram respeitar o apelo que lhes foi feito, disso não tenho dúvidas. Todos eles sentem e vivem o Benfica com a mesma intensidade e querem o melhor para o seu Clube.

Não faço discriminações, nem recrimino aqueles que foram, mas evidentemente percebem que tenho de dirigir uma palavra especial de agradecimento a todos aqueles que com a sua ausência nos deram a sua compreensão em função do que lhes tinha sido pedido. Quero agradecer particularmente a todas as Casas do Benfica que não só acataram como souberam dinamizar-se em defesa do apelo que então foi lançado! As Casas do Benfica perceberam o alcance do pedido e trabalharam no sentido de honrar esse pedido. Quero, ainda, esclarecer que a posição que tomámos não foi contra os clubes, mas antes contra algumas pessoas que se movem nas sombras da legalidade e da ética e teimam em querer arrastar o futebol para um lugar que não é o dele.

Fui alvo, ao longo dos últimos meses, de muitos apelos, de pessoas singulares e de várias Casas do Benfica e até de Clubes. Fui sensível a esses apelos e levei o assunto ao plenário de órgãos sociais que ontem se realizou, tendo sido decidido que - independentemente da razão que nos assiste - é tempo de retirar o apelo ao boicote e continuar a acreditar na equipa campeã nacional. Juntos, como sempre, e determinados como nunca, vamos ultrapassar todos os obstáculos.

Quem não tem memória arrisca-se a ser ingrato, e há uma coisa que este clube não pode perder, a sua memória e a sua gratidão a todos os que contribuíram para engrandecer a nossa história. Sei do desencanto dos benfiquistas. Partilho desse desencanto, lamento o percurso acidentado que temos vivido, mas estou certo de que os primeiros a lamentá-lo são os nossos jogadores e a nossa equipa técnica. De uma coisa tenho a certeza: nunca devemos cair na tentação de reagir a quente, ou escolher o caminho mais fácil, porque o caminho mais fácil, muitas vezes, é aquele que nos leva aos maiores problemas».

Fonte: A Bola

Sporting eliminado após derrota (1-2) no Bonfim


O Sporting foi eliminado da Taça de Portugal depois de perder por 1-2 com o Vitória de Setúbal, no Bonfim. Ney e Zeca marcaram para os sadinos, Liedson reduziu para os leões.

Entrou melhor o Sporting, à procura do golo que esteve perto de conseguir em duas ocasiões, ambas tendo Postiga como interveniente. O V. Setúbal respondeu e acabou por chegar ao golo por intermédio de Ney, que respondeu da melhor forma a um cruzamento da direita de Pitbull.

Embalados, os sadinos dilataram a vantagem com Zeca a levar a equipa para o intervalo a vencer por 2-0.

Na etapa complementar, a equipa de Paulo Sérgio não conseguiu encontrar soluções para derrubar a estratégia do Setúbal e foi necessário um rasgo de génio de Liedson para chegar ao tento de honra. O levezinho atirou colocado, em arco, longe do alcance de Diego, num grande golo que se revelou insuficiente para os objectivos do Sporting.

Os leões acabaram o jogo à procura do golo do empate, que acabou por não surgir. Termina o percurso do Sporting na Taça de Portugal, o V. Setúbal segue para os quartos-de-final.

Fonte: A Bola

FC Porto vence Juv. Évora (4-0) e segue para os quartos-de-final


O FC Porto apurou-se ontem para os quartos-de-final da Taça de Portugal, com vitória por 4-0 na recepção ao Juventude Évora.

O FC Porto cumpriu com sucesso a terceira etapa na prova “rainha”, da qual é detentor. Sem carregar muito no acelerador, o dragão jogou quanto baste para superar a equipa alentejana, que milita na 2.ª Divisão.

André Villas Boas promoveu a estreia de James Rodriguez, e o colombiano cotou-se como uma das principais figuras do encontro. Foi dele a assistência para o primeiro golo dos azuis-e-brancos, apontado por Falcao, e foram também dele várias iniciativas que mereceram, por certo, o aplauso do treinador. Só faltou o golo ao número 19...

Em destaque esteve igualmente João Moutinho. Sempre combativo, o médio funcionou como “pêndulo” da equipa e coroou a prestação com o primeiro golo de dragão ao peito.

Contas feitas, a primeira parte chegou ao fim com o FC Porto a vencer por 2-0.

A etapa complementar não trouxe grandes alterações em relação aos primeiros 45 minutos. O jogo disputou-se quase sempre no meio-campo defensivo do Juventude Évora, e o marcador voltou a funcionar em duas ocasiões.

Álvaro Pereira - voltou a jogar depois de cinco partidas de fora, por lesão - e Walter fecharam a contagem no Dragão, sentenciando o triunfo do FC Porto e consequente apuramento para os quartos-de-final da Taça de Portugal.

Fonte: A Bola

Taça de Portugal: 5ª Eliminatória - Resultados


A Taça de Portugal regressou aos relvados nacionais para mais uma ronda cheia de grandes emoções. O FC Porto bateu o Juventude de Évora por 4-0 e o V. Setúbal venceu (2-1) o Sporting no Estádio do Bonfim.

No que concerne à 4.ª eliminatória, o Benfica bateu o Sp. Braga e transita para a fase seguinte onde defrontarão o Olhanense.

5.ª eliminatória:

V. Guimarães (L) - Torreense (2.ª), 2-0
(Edgar Silva 16', Toscano 66')

Leixões (LH) - Pinhalnovense (2.ª), 1-1, (4-5 gp)
(Danilo 54'; Quinaz 41' gp)

Rio Ave (L) - Atlético (2.ª), 4-1
(Yazalde 26' e 33', Bruno Gama 40', Éder 43'; Rolão 54')

FC Porto (L) - Juv. Évora (2.ª), 4-0
(Falcão 11', João Moutinho 39', Alvaro Pereira 69' e Walter 84')

V. Setúbal (L) - Sporting (L), 2-1
(Ney 29' e Zeca 34'; Liedson 76')

Académica (L) - U. Madeira (2.ª), data a definir

Jogos em atraso da 4.ª eliminatória:

Benfica (L) - Sp. Braga (L), 2-0
(Saviola 38', Aimar 90'+3)

Varzim (LH), Gondomar (2.ª) ou C.Piedade (3.ª) - Ribeirão (2.ª), data a definir.

Fonte: Record

sábado, 11 de dezembro de 2010

James estreia-se a titular


Prodígio colombiano é atracção da noite. Oportunidades do menino 4 milhões.

Semana de oportunidades para James Rodriguez, o menino de 19 anos que enfeitiçou o FC Porto, levando a SAD a pagar mais de 4,12 milhões de euros por 70 por cento do seu passe. James, pé esquerdo muito instruído, entrou numa nuvem boa (até marcou ao Ajax na pré-época), mas o tempo perdido com a formalização da transferência atirou-o para a sombra, embora jamais tivesse a via completamente aberta, pois Varela partiu muito à frente e pelo meio estava ainda Rodriguez.

Varela e Rodriguez lesionados... James com duas grandes oportunidades pela frente, hoje e quinta-feira, jogos distintos, mas aproximados: duas óptimas oportunidades para Villas Boas dar descanso a alguns jogadores e motivar os que jogam menos ou estão bloqueados pela superior qualidade e estatuto dos jogadores que têm levado ao colo o FC Porto.

No Dragão, James teve apenas três aparições, sempre como suplente de Varela (22+22+8 minutos), e a Udinese, antigo pretendente, e o Banfield, onde foi eleito melhor médio-esquerdo do Apertura 2009, já mostraram interesse em o ter por empréstimo, mas o FC Porto, como agora reconhece Villas Boas, quer vê-lo crescer em casa, negando qualquer cedência, mesmo com James duplamente tapado.

Fonte: A Bola

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Paulo Sérgio: “Seria fácil enumerar meia dúzia de prendas que o FC Porto já recebeu"


Na antevisão do jogo frente ao V. Setúbal, para a Taça de Portugal, o treinador do Sporting lançou também alguns recados ao FC Porto, rebatendo as afirmações de André Villas-Boas, que afirmou hoje que os "leões" já receberam as suas prendas de Natal.
“Seria fácil enumerar pelo menos meia dúzia de prendas que o FC Porto já recebeu, mas não o faço por respeito a todos os intervenientes, incluindo o André. Para além dessas, que ele falou, também temos muitas que nos queixar e ninguém me viu a desculpar”, afirmou o treinador do Sporting.

Paulo Sérgio reconheceu que não gostou de ouvir as declarações do colega de profissão, pois “mexem” com o seu trabalho e com o clube. “Arbitrar é uma tarefa difícil e ingrata, e penso que as declarações são mais críticas à arbitragem do que ao Sporting. Se, a ganhar como tem ganho até aqui, critica a arbitragem desta maneira, imagino um dia quando começar a ganhar menos vezes”, reforçou.

O treinador adiantou que, apesar de nunca falar das arbitragens, tem tudo documentando e referiu: “Dizerem que o Sporting tem sido ajudado é brincar com o trabalho que se tem feito nesta casa”.

Houve, no entanto, um aspecto em que ambos os técnicos estão de acordo, que é o de estarem contra o facto de os clubes eliminados da Liga dos Campeões passarem depois para a Liga Europa. “Não faz muito sentido, mas acho graça que quando falei sobre as televisões e dias de recuperação levei pancada de todo o lado, pois não entenderam o que eu disse. Agora, respondo com a frase que ouvi, são as regras. Esta actividade visa o negócio, ponto final”, afirmou.

Sobre o jogo de amanhã, o treinador do Sporting afirmou que vai ser encarado como a final da Taça de Portugal em futebol. “Estamos dentro de todas as competições e estamos em todas as frentes e a Taça é mais uma. Queremos estar no Jamor e isso passa por sábado, que é a primeira final para se poder sonhar com alguma coisa".

O técnico lembrou as qualidades da equipa orientada por Manuel Fernandes e referiu que o jogo será difícil, ainda para mais numa competição a eliminar. “É uma equipa coesa, compacta, que teve problemas com lesões, mas os jogadores já começam a estar disponíveis. Teremos um Vitória cada vez mais forte, que se destaca pela envergadura, perigoso nas bolas paradas, que sabe o que faz em campo e por isso antevejo uma partida difícil. Temos que trabalhar muito”, salientou.

Fonte: Público

Candeias (seguido pelo Benfica) distinguido pelo Sindicato de Jogadores


O avançado Candeias recebeu esta manhã o prémio juventude, instituído pelo Sindicato de Jogadores, referente ao mês de Outubro.

A equipa orientada por Litos trabalhou esta manhã no Estádio Municipal da Bela Vista, no Parchal, com o médio Aragoney e o defesa Ricardo Pessoa a realizarem trabalho condicionado devido a queixas musculares.

Fonte: A Bola

Benfica prepara saída de David Luíz


O percurso de David Luiz no Benfica caminha a passos largos para o final. A saída do defesa-central brasileiro é um dado praticamente adquirido por ocasião da reabertura do mercado, em Janeiro. Tudo indica que o destino do camisola 23 das águias seja o multimilionário Manchester City.

O xeque Mansour bin Zayed Al Nahyan, que tem 40 anos e é dono dos citizens, prepara-se para endereçar uma proposta por David Luiz, oferta essa que irá rondar os 30 milhões de euros. Embora o internacional canarinho, de 22 anos, esteja blindado com uma cláusula de rescisão de 50 milhões de euros, o Benfica pondera seriamente a possibilidade de aceitar transacioná-lo por 30. E a razão é simples: a SAD sabe perfeitamente que não pode competir com o Manchester City em termos salariais, tendo ainda consciência que não vale a pena prender uma vez mais o jogador. Mesmo que não de forma consciente, o rendimento de um atleta tem sempre a tendência para baixar quando ele sente que podia estar a ganhar pelo menos o triplo noutro clube. David Luiz sofre isso na pele, desde que o Benfica, numa tentativa de não enfraquecer a equipa, se recusou a vendê-lo a estes mesmo Manchester City, no verão, por 35 milhões de euros.

Reorganizar

Por outro lado, a SAD quer começar quanto antes a construir o próximo grupo de trabalho e, assim sendo, o encaixe financeiro proveniente da saída de David Luiz será preponderante para a captura de reforços , sobretudo de um sucessor do central. O emblema da Luz possui diversos elementos referenciados para este importante posto.

Fonte: Record

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Maniche é dúvida para Setúbal


A dois dias da deslocação a Setúbal, onde o Sporting jogará diante do Vitória local para os oitavos-de-final da Taça de Portugal, o técnico Paulo Sérgio perdeu o concurso de Maniche.

O médio está dado como inapto para o treino e limitou-se esta manhã a fazer apenas trabalho de ginásio, devido a mialgia de esforço, à qual efectua já também tratamento.

Da mesma forma encontra-se também o chileno Matias Fernandez, que continua afastado do relvado igualmente devido a mialgia de esforço.

Em sentido contrário, Paulo Sérgio já pode contar com Vukcevic e Valdés, que foram reintegrados no trabalho normal do plantel, ultrapassados os respectivos problemas físicos. No relvado também esteve Leandro Grimi, mas a desenvolver trabalho individualizado.

Fonte: A Bola

SC Braga perde em Donetsk e despede-se da Champions


Acabou o sonho do SC Braga na Liga dos Campeões. Ainda se chegou a acreditar na qualificação portuguesa, porém, Rat, acabou com todas as ilusões bracarenses ao apontar o primeiro golo do jogo em Donetsk. O Arsenal, pouco depois, haveria de colocar-se em vantagem sobre o Partizan, e pouco mais haveria a fazer...

A equipa de Domingos entrou bem na partida, tentando anular as peças mais importantes da estrutura ucraniana e acabou o primeiro tempo com um empate que se ajustava. O Shakthar foi aguardando por um erro bracarense que acabou por acontecer apenas no segundo tempo, quando ainda se acreditava na qualificação da equipa portuguesa.

O Arsenal empatava em Londres (1-1) diante do Partizan e bastava um golo dos bracarenses para seguir em frente. Porém, após um remate cruzado de Rat, todas as aspirações caíram por terra. O SC Braga baixou os braços e acabou por sofrer mais um golo já perto do final.

O SC Braga despede-se da Liga dos Campeões e junta-se assim a Sporting, FC Porto e Benfica na Liga Europa. Quatro equipas portuguesas que vão tentar chegar longe na competição.

Fonte: A Bola

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Benfica derrotado pelo Schalke passa à Liga Europa graças ao Lyon


O Benfica perdeu a noite passada em casa (1-2) com o Schalke e esteve à beira de ser afastado das provas europeias. Valeu às águias um golo do Lyon em cima da hora, no jogo com o Hapoel.

Num jogo em que só a vitória colocaria a equipa a salvo de uma surpresa na partida de Lyon, o Benfica teve as primeiras oportunidades para marcar, mas a desinspiração de Óscar Cardozo manteve a baliza alemã livre de perigo.

Do lado contrário, o espanhol Jurado – à passagem dos 20 minutos – foi menos perdulário. Recebeu um passe feito com o peito por Raúl e rematou forte e colocado, sem hipóteses para Roberto.

Ao intervalo Jorge Jesus tentou corrigir alguns desequilíbrios da equipa, fazendo entrar Aimar e Gaitán, que começaram o jogo no banco, e sair César Peixoto e Maxi Pereira. O Benfica demorou a reagir e os alemães mantiveram o jogo sob controlo. Em França o Lyon ia dando uma ajuda aos encarnados e até se colocava em vantagem.

Pouco depois, no entanto, o Hapoel reagiu e empatou o outro jogo do grupo. Os israelitas fizeram ainda o segundo golo e deixaram a águia em posição difícil. O Benfica estava, agora, obrigado a ganhar para continuar na Europa.

Jesus tirou Carlos Martins e fez entrar Salvio. Quase de seguida o Schalke aumentou a vantagem, através de Howedes. A cerca de oito minutos do final da partida o Benfica tinha de marcar três golos ou esperar que o Lyon marcasse um.

Luisão reduziu, mas a águia não completou o milagre. Valeu, no entanto, o golo do empate alcançado pelo Lyon, em França. O Benfica esteve quase eliminado, mas acabou por beneficiar da preciosa ajuda dos franceses.

O Benfica é terceiro classificado no grupo B e passa à Liga Europa, onde vai encontrar-se com Sporting e FC Porto. O SC Braga ainda disputa o apuramento para os oitavos de final da Champions, mas tem o apuramento garantido para a Liga Europa, no pior dos cenários.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Jorge Jesus só pensa na vitória


Gorado o objetivo de seguir em frente na Liga dos Campeões, Jorge Jesus aponta agora um único objetivo: o apuramento para a Liga Europa.

"Só a vitória interessa. Não queremos estar dependentes do resultado do Lyon-Hapoel para garantirmos o apuramento paea a Liga Europa. O Benfica é um clube com muito prestígio e tem muito a ganhar com este jogo", afirmou esta segunda-feira na conferência de imprensa de antevisão da partida com o Schalke 04, agendada para amanhã, às 19 e 45, no Estádio da Luz.

O afastamento da Champions tem um "culpado": a falta de experiência. "Perdemos alguns jogos por falta de experiência, mas fizeram com que a equipa crescesse e ficasse mais forte na Liga Europa. Tinhamos todas as possibilidades para passarmos esta fase, mas houve momentos em que a equipa não esteve tão bem e tivemos dificuldades. Agora temos de olhar para outra competição. O nosso objetivo amanhã é tentar ser apurado".

Para a Liga Europa, o técnico dos encarnados espera revelar o mesmo valor do ano passado. "O ano passado fomos aos quartos-de-final e temos muita ambições. Já tivemos a experiência do ano passado e temos a convicção de que chegaremos mais longe esta época".

Na análise de Jesus, o Schalke 04 é "muito forte no seu meio-campo"."Não estamos a fazr de um adversário qualquer. Perdemos na Alemanha [2-0]. Agora vamos tentar modificar algumas situações para tentarmos ganhar".

Apesar do calendário apertado, Jorge Jesus garante ter "um leque de jogadores" que o deixam à vontade na escolha do onze de amanhã. "Entrámos numa fase de jogos que não nos deixam muito tempo de recuperação: jogamos amanhã, domingo um jogo muito importante para a Taça [de Portugal], com o Sp. Braga... Mas temos um leque importante de jogadores que me deixam à vontade na escolha, que têm um bom ritmo competitivo, e isso torna tudo mais fácil", garantiu, sublinhando "a força extra e o apoio imenso" do público que espera amanhã na Luz.

Janeiro traz mudanças a Braga


O mês de Janeiro trará mudanças no plantel do Braga.

Não será uma revolução, porque a equipa provou na Europa ter argumentos para se bater com qualquer adversário, mas em face da produção oscilante no Campeonato, onde o Braga ainda não venceu fora, há sectores que vão ser reforçados e outros em que o excesso de opções, e o desempenho abaixo do esperado de algumas unidades, implicará a venda ou dispensa de activos.


Por ocasião da sua reeleição, António Salvador afirmou estar satisfeito com o plantel. Não há razões para duvidar da sinceridade do presidente, mas as excepções existem e não escapam ao plano destinado a fortalecer a concorrência interna e eliminar algum conformismo que assaltou certos jogadores, entre menos utilizados e não só.

Na reabertura do mercado, em Janeiro, o Braga pode no máximo fazer cinco contratações, desde que a composição final do plantel não exceda os 27 futebolistas. Como A BOLA adiantou, Sougou, da Académica, e Vinícius, do Olhanense, gravitam na órbita de interesse do clube. Há ainda necessidade de contratar um defesa direito. No plano de saídas, as hipóteses vão da baliza ao ataque. O projecto de afirmação europeu de Felipe poderá terminar em Dezembro, por causa da crescente pressão de clubes como o Fluminense e o Flamengo, que o querem já.

Fonte: A Bola

Presidente do Marítimo irritado


Insatisfeito. A Liga de Clubes marcou o jogo com a Académica para a próxima quarta-feira. Uma decisão que não agradou a Carlos Pereira, presidente do Marítimo, que, desde logo, apontou o dedo ao que chamou de «intransigência» da Académica nas negociações para a marcação do encontro que, recorde-se, foi adiado devido ao congestionamento do aeroporto da Madeira no passado sábado.

Face a esse cenário, os insulares decidiram não seguir viagem para o continente.
«É evidente que não estou satisfeito, dado que o Marítimo tem um evento de solidariedade, marcado para esse dia. Mas como o acordo não foi possível, devido à intransigência da Académica, resta-me aceitar e cumprir a decisão da Liga. Propusemos que o desafio fosse no próximo domingo ou no dia 2 de Janeiro, mas não chegamos a entendimento», desvendou o dirigente, que recusa ter-se aproveitado do regulamento, para beneficiar a equipa:

«Os jogadores chegaram ao aeroporto às 15.30 horas e só saíram de lá às 23.15 horas, enquanto o avião que os devia transportar só partiu às 23.20 horas. Desta forma, só íamos chegar ao hotel em Cantanhede, por volta das 3 da manhã. Por causa disso, decidimos não viajar, o que está previsto no regulamento.»

Fonte: A Bola

domingo, 5 de dezembro de 2010

Sporting bate Portimonense e sobe ao 3º lugar


O Sporting saltou esta noite para a terceira posição da liga, ao vencer no Estádio do Algarve o Portimonense (3-1).

Num jogo em que os quatro golos foram apontados durante a primeira parte, foi Hélder Postiga o primeiro a facturar. Foi aos 23 minutos que o número 23 dos leões aproveitou uma bola solta no lado esquerdo da área e a empurrou para o fundo da baliza.

O Portimonense empatou aos 38 minutos com um golo de Pires, mas o Sporting reagiu rapidamente, através de Maniche, num lance caricato. Evaldo roubou a bola a um defesa do Portimonense, depois de um lançamento de linha lateral, cruzou e Maniche, no centro da área, fez o 2-1.

Já em cima do intervalo (45+2), André Santos fez o resultado final, com um remate ao ângulo da baliza de Ventura.

Na segunda parte o Sporting geriu a vantagem, o Portimonense procurou relançar o jogo, mas o resultado não sofreu alteração.

Varela falha V. Setúbal


Confirmado. Silvestre Varela não recuperou da lesão contraída diante do Rapid Viena e vai falhar a recepção desta segunda-feira ao V. Setúbal. O mesmo acontece com Beto e Fernando, enquanto James também sai da lista mas por mera opção de André Villas Boas.

Em contrapartida, e em relação à lista de convocados para o jogo da Liga Europa com o Rapid, Pawel Kieszek, Emídio Rafael, Cristian Rodríguez e Walter voltam a ser opção para Villas Boas.

De resto ficaram ainda de fora o central Maicon (a cumprir um jogo de castigo) e o lateral-esquerdo Álvaro Pereira, que continua a recuperar de lesão no úmero.

Lista de convocados:

Guarda-redes: Helton e Pawel Kieszek;

Defesas: Fucile, Sapunaru Rolando, Sereno, Otamendi e Emídio Rafael;

Médios: Guarín, Belluschi, João Moutinho, Castro, Rúben Micael e Cristian Rodríguez;

Avançados: Falcao, Hulk, Walter e Ukra.

Ponto por Golo

O Vice-campeão deslocou-se este fim-de-semana a Leiria num jogo de emoções fortes.

Veja aqui os melhores momentos da partida

U. Leiria - SC Braga - 13ª Jornada - 04-12-2010


0-1


1-1


2-1


3-1

SC Braga ao fundo em Leiria com derrota e três expulsões


Desilusão completa para o SC Braga à 13.ª jornada da Liga: o vice-campeão nacional somou a sexta derrota na liga, está já a 10 pontos do Benfica – 2.ª classificado – e pode ficar a 18 do FC Porto. O UD Leiria é quarto à condição.

Tem história a sexta derrota do SC Braga na liga: num jogo em que até entrou a vencer, graças a um golo madrugador de Matheus, a equipa de Domingos viu Elderson lesionar-se cedo e ser substituído por Miguel Garcia.

Garcia, viria, minutos depois, a ser expulso ao cometer uma grande penalidade. Aproveitou o UD Leiria para empatar, através de Carlão. O mesmo Carlão marcou ainda antes do intervalo o 2-1.

Já no segundo tempo, numa altura em que procurava o empate, a equipa de Domingos Paciência viu ser expulso Matheus.

Aos 87 minutos, Rodriguez cometeu falta dentro da área bracarense. O árbitro Artur Soares Dias assinalou grande penalidade. Silas converteu no 3-1, depois de no banco de suplentes Márcio Mossoró ter visto o cartão de vermelho directo, por protestos.

O SC Braga é sétimo, mas pode ser ultrapassado esta semana pelo Nacional e Beira Mar, equipas que estão imediatamente abaixo na classificação.

O UD Leiria é quarto classificado, com 21 pontos, mas pode ainda ser ultrapassado pelo Sporting e pela Académica.

Fonte: A Bola

sábado, 4 de dezembro de 2010

Ponto por Golo

A 13ª Jornada abriu com o Benfica - Olhanense no Estádio da Luz.
Veja os melhores momentos da partida.


13ª Jornada - 3-12-2010 - Benfica - Olhanense

Jorge Jesus: «Apenas menos 3 pontos do que na época passada»


Técnico campeão nacional duplamente satisfeito pelo sexto jogo consecutivo em casa sem sofrer golos: «Dá segurança».

Mais uma vitória em casa, o segundo lugar cimentado. Que análise faz deste encontro com o Olhanense?
Tivemos dificuldades, o Olhanense foi muito forte defensivamente: anulou a nossa movimentação ofensiva com três homens no corredor central. Resolvemos isso com a entrada do Carlos Martins, ao intervalo. A pouco e pouco, ganhámos espaços e subimos de rendimento. Houve alguns jogadores, como o Pablo [Aimar], que não surgiram com tanta dinâmica como é normal: esteve parado... Adiei ao máximo a sua substituição, mas depois a equipa melhorou. O resultado é melhor que a exibição. E não sofremos golos, pelo sexto jogo seguido em casa para o Campenato! Isso dá alguma segurança à equipa.

Esta vitória moraliza mais a equipa para o futuro?
É a segunda vitória consecutiva após o jogo da Champions. Já pensamos no próximo jogo! As vitórias são sempre um bom tónico. O Benfica vem de um percurso de recuperação. Já estamos há algumas jornadas na segunda posição, mas pensamos e trabalhamos para o primeiro. Trabalhamos para as vitórias, mas esperamos também que o FC Porto perca pontos, também precisamos que isso suceda.

Coloca pressão no FC Porto?
À nossa frente só está o FC Porto. Sabemos que não temos crédito pontual, que não podemos falhar: temos que jogar sempre para os três pontos! O nosso campeonato vai ser uma tentativa de recuperação pontual e de tentarmos agarrar o FC Porto.

Vai exercer rotatividade de jogadores para o jogo com o Schalke, por causa do desgaste?
De sexta-feira para terça-feira, o tempo de recuperação é menor do que o tempo que tivemos entre o jogo com o Beira-Mar e este. Recordo que, com esta vitória, e à 13.ª jornada, temos apenas menos três pontos do que na época passada... Mas é óbvio que, quando digo só, que estamos, ainda, a muitos pontos do FC Porto.

Vem aí o mercado, em Janeiro. Vão fazer contratações?
Sei que é preciso falar todos os dias sobre o Benfica, mas todas as equipas do Mundo podem fazer contratações em Janeiro. Se pudermos, faremos!

Coentrão acabou o jogo com dores no braço direito. Parece ter caído de produção nos últimos jogos. Concorda?
Admito que essa leitura seja correcta. Mas o Fábio já teve uma fase muito boa, como por exemplo no jogo com o Lyon. É normal que, com o desgaste, um jogador não esteja sempre tão bem em todos os jogos. Mas o que conta, numa época, é a regularidade.

Fonte: A Bola

Benfica vence (2-0) e reduz diferença para o líder


O Benfica venceu o Olhanense por 2-0, com golos de Cardozo (42) e Saviola (81), e reduziu para cinco pontos a desvantagem em relação ao FC Porto (joga segunda-feira com o V. Setúbal, no Dragão).

Missão cumprida. O Benfica somou os três pontos na recepção ao Olhanense e aproximou-se, ainda que à condição, do primeiro lugar da classificação.

A exibição não foi das melhores – sobretudo na primeira parte –, mas deu aos encarnados a sexta vitória em sete jogos da Liga disputados na Luz.

Óscar Cardozo inaugurou o marcador à passagem do minuto 42 - contando com o precioso contributo de Moretto – e levou as águias em vantagem para o intervalo, perante um Olhanense organizado a defender e de olhos postos no contra-ataque.

A etapa complementar foi mais do mesmo. Sem deslumbrar, o Benfica subiu de produção e ameaçou o segundo golo por Takuara. O remate do paraguaio, porém, acertou no poste. Antes, logo a abrir, já Paulo Sérgio colocara a bola no fundo da baliza de Roberto, lance que seria anulado por fora-de-jogo do extremo do Olhanense.

O resultado ficaria definido na recta final do encontro, com um golo de Saviola. Carlos Martins - rendeu Gaitán no arranque da etapa complementar - bateu um pontapé de canto, David Luiz desviou ao primeiro poste e “El Conejo” emendou de cabeça.

O Benfica venceu, aproximou-se do topo da tabela e registou o sexto jogo consecutivo sem sofrer golos para o campeonato na condição de anfitrião.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Proíbido perder pontos


O Benfica recebe hoje o SC Olhanense no Estádio da Luz 8 meses após a goleada imposta por 5-0 na 28ª jornada do último ccamponato e que deixou os encarnados a apenas um ponto da conquista do título nacional.

O jogo de hoje reveste claramente de outro tipo de emoção, com a equipa de Jesus a precisar obrigatóriamente de vencer para manterem a chama do título acesa. Pablo Aimar é a baixa para esta partida, o argentino realizou trabalho condicionado durante toda a semana e mostra-se assim indisponível para o jogo de abertura da 13ª jornada, a penúltima da primeira volta.

Ficar a 5 pontos
Outra das motivações presentes na cabeça dos jogadores é o facto de poderem pressionar o líder Porto que joga apenas na Segunda-feira, uma vitória deixa o Benfica a 5 pontos dos dragões, com a possibilidade de reentrarem por completo na luta pelo título nacional.
Tudo depende de Jorge Jesus e dos seus pupilos pelo menos para pressionarem o líder que joga com o Vitória de Setúbal, adversário tradicionalmente dificil.

O jogo terá lugar no Estádio da Luz pelas 20h15 de hoje e terá transmissão na SportTv 1.

Falcão, o homem das neves congela Viena


O FC Porto voltou a ser feliz em Viena e, perante forte nevão, venceu o Rapid por 3-1, assegurando o primeiro lugar do Grupo L da Liga Europa, ainda com uma jornada por disputar. Falcao assumiu-se como o destaque, apontando os três golos dos azuis-e-brancos.

Vinte e três anos depois da histórica conquista da então denominada Taça dos Clubes Campeões Europeus, o FC Porto voltou a ser feliz em Viena. Tal como no jogo de 1987 frente ao Bayern, os azuis-e-brancos ainda estiveram a perder, mas deram a volta, com Falcao a destacar-se na reviravolta, apontando os três golos que valeram a vitória dos dragões.

Ainda com um jogo por disputar nesta fase de grupos, diante do CSKA Sófia, a equipa de André Villas Boas garante já o primeiro lugar do agrupamento, ganhando estatuto de cabeça-de-série para o sorteio dos 16 avos-de-final da competição.

Fonte: A Bola

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Rússia organiza Mundial de 2018


A FIFA atribuiu a organização do Campeonato do Mundo de 2018 à Rússia. O anúncio foi feito há momentos, em Zurique, pelo presidente do organismo Joseph Blatter.

«Os 21 membros do comité da FIFA e o seu presidente decidiram atribuir o Mundial de 2018 à Rússia», anunciou Blatter, depois de sublinhar que «no futebol, é preciso aprender a vencer mas também a perder»: «Só pode haver um vencedor. O futebol é uma escola da vida onde também se aprende a perder.»

Igor Shuvalov, representante do primeiro-ministro russo, mostrou-se radiante com a escolha da FIFA: «Confiaram-nos a organização do Mundial e prometemos que não se vão arrepender dessa decisão. Vamos fazer história juntos.»

Excluídas foram assim as candidaturas conjuntas de Portugal e Espanha, Bélgica e Holanda, bem como a proposta inglesa.


Mundial-2022 no Catar

Já o Catar foi o país escolhido para organizar o Mundial de 2022. De fora ficaram as candidaturas da Austrália, Coreia do Sul, Estados Unidos e Japão.

Candidatura Ibérica conhece hoje veredito da FIFA


A Candidatura Ibérica ao mundial de futebol de 2018 joga todos os seus trunfos na parte da manhã de hoje para tentar convencer os últimos indecisos a votar na sua proposta.

Depois da apresentação das quatro candidaturas ao campeonato de 2018 ao longo da manhã, o comité executivo da FIFA vai eleger a sede dos mundiais de 2018 e 2022 ao início da tarde em Zurique, na Suíça.

Os representantes lusos que integraram a comitiva ibérica à Suíça apresentaram-se optimistas quanto ao resultado final, devendo o grande adversário ser a candidatura russa.

Concorrem ao mundial de 2018 a Rússia, a Inglaterra e as candidaturas conjuntas de Portugal e Espanha e de Holanda e Bélgica.

Para 2022 são cinco os candidatos: Estados Unidos, Qatar, Austrália, Coreia do Sul e Japão.

Fonte: Destak