quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Hulk não fecha a porta a Portugal




Hulk joga à defesa quanto à possibilidade de representar a Selecção Nacional portuguesa, pois o grande objectivo passa por envergar a camisola verde e amarela do Brasil.

Quando questionado se ambiciona representar o Brasil, o avançado, de 23 anos, não hesita na resposta. «Claro que sim!», solta de imediato, prosseguindo: «Depende de mim, do meu trabalho e da minha evolução. Se estiver bem aqui, estarei bem a nível internacional. Vou fazer por isso».

A prioridade do jogador está definida, mas seria Portugal igualmente uma hipótese? «São cenários que não se colocam agora, mas seria difícil dizer que não», admite.

Arredado da equipa nos dois últimos compromissos na Liga, na sequência da expulsão em Paços de Ferreira – que o deixou «triste e infeliz» –, Hulk faz questão de agradecer, publicamente, o apoio que recebeu de Jesualdo Ferreira: «O treinador falou bastante comigo e tranquilizou-se. Quero retribuir em campo a sua confiança».

Agora, diz, é «voltar, jogar e dar o melhor» já no jogo com o Leixões, equipa de má memória para os azuis-e-brancos.

«É um adversário com peso castigador para o FC Porto, pois venceu cá na última época. São uma equipa difícil e que só sofreu um golo esta época», comentou, deixando o alerta: «Teremos de jogar concentrados e trabalhar forte para vencermos este jogo muito difícil».

Fonte: a Bola

1 comentário:

FÁBIO disse...

Era só o que faltava....